Veja o antes e o depois dos astros de "Felicidade" e "A Próxima Vítima"

O Canal Viva anunciou nos últimos dias suas próximas reprises de novelas: "A Próxima Vítima" e "Felicidade", que substituirão, no segundo semestre, "Barriga de Aluguel" e "Top Model" . A novidade já animou os cada vez mais numerosos fãs do nostálgico canal.

Tudo aqui: veja fotos, as últimas notícias e especiais sobre “A Fazenda”

"Felicidade" foi exibida na Globo às 18h entre outubro de 1991 e maio de 1992, sendo reprisada no "Vale a Pena Ver de Novo" em 1998. Escrita por Manoel Carlos , trazia como protagonista a segunda Helena criada por ele. A personagem era vivida por Maitê Proença . Helena tinha de disputar seu grande amor, Álvaro ( Tony Ramos ), com a neurótica e mimada vilã Débora ( Vivianne Pasmanter , estreando na TV).

Um dos charmes da novela era o roteiro, já que Manoel Carlos se baseou em contos e personagens do escritor Aníbal Machado - algumas das histórias já tinham sido adaptadas para cinema, e outras viraram casos especiais da própria Globo.

Veja também: Meu primeiro personagem: O começo dos famosos na TV

Maitê Proença e Tony Ramos protagonizam
Reprodução
Maitê Proença e Tony Ramos protagonizam "Felicidade", novela de 1991

Já "A Próxima Vítima" não tinha nada do lirismo de "Felicidade". Exibida às 20h entre março e novembro de 1995, era uma trama policial e de suspense arquitetada por Sílvio de Abreu . Foi a primeira incursão do novelista no gênero - até então, Sílvio se consagrara com suas comédias rasgadas. Depois de "A Próxima Vítima", o autor investiu no ramo e escreveu "Torre de Babel" (1998), "Belíssima" (2005) e "Passione" (2010), todas dentro dessa linha policial.

Descubra como Hollywood inspira as novelas brasileiras

A trama de "A Próxima Vítima" era um intrincado jogo onde personagens eram assassinados por um misterioso serial killer que, antes de eliminar as vítimas, enviava a cada uma delas uma lista com o horóscopo chinês. O público tinha de descobrir não apenas quem era o criminoso, como também quem seria a próxima vítima.

Susana Vieira e novamente Tony Ramos: papéis centrais de
Reprodução
Susana Vieira e novamente Tony Ramos: papéis centrais de "A Próxima Vítima", de 1995

A novela foi um grande sucesso, e conseguiu manter até o fim o suspense sobre o assassino. Na reprise no "Vale a Pena Ver de Novo", em 2000, o final foi diferente: a identidade do assassino era outra.

Leia também: Globo de Ouro comemora dois anos do Canal Viva

"Felicidade" foi produzida há 21 anos; "A Próxima Vítima" há 17 anos. Muitos astros dessas novelas continuam na ativa. Confira na galeria o antes e o depois de alguns deles:

Tony Ramos estrelou
Reprodução e TV Globo
Tony Ramos estrelou "Felicidade" (91) e "A Próxima Vítima" (95); em 2012, fez uma participação especial em "Avenida Brasil"

Maitê Proença viveu a Helena de
Reprodução e TV Globo
Maitê Proença viveu a Helena de "Felicidade". Agora se prepara para atuar no remake de "Gabriela"

Herson Capri era um dos protagonistas de
Reprodução e TV Globo
Herson Capri era um dos protagonistas de "Felicidade". Em 2012, esteve em "Aquele Beijo", de Miguel Falabella

Vivianne Pasmanter estreou na TV como Débora em
Reprodução e TV Globo
Vivianne Pasmanter estreou na TV como Débora em "Felicidade". Sua última participação na Globo foi em "Tempos Modernos" (2010)

Em 2012, aos 70 anos, Susana Vieira continua na ativa. Em 95, viveu a pizzaiola Ana de
Reprodução e TV Globo
Em 2012, aos 70 anos, Susana Vieira continua na ativa. Em 95, viveu a pizzaiola Ana de "A Próxima Vítima", novela que tinha elenco de estrelas...

Alexandre Borges estreava na Globo em 95, como o vilão Bruno. Hoje vive o Cadinho de
Reprodução e TV Globo
Alexandre Borges estreava na Globo em 95, como o vilão Bruno. Hoje vive o Cadinho de "Avenida Brasil"


Cláudia Ohana era a perversa Isabela, que aterrorizou o elenco de
Reprodução e TV Globo
Cláudia Ohana era a perversa Isabela, que aterrorizou o elenco de "A Próxima Vítima". Atualmente, participa da temporada 2012 da Dança dos Famosos


André Gonçalves marcou época em 1995 como o estudante gay Sandrinho. Em 2012, atua em
Reprodução e TV Globo
André Gonçalves marcou época em 1995 como o estudante gay Sandrinho. Em 2012, atua em "Amor Eterno Amor", no ar às 18h


Vera Holtz: em 95, foi a prostituta Quitéria Quarta-Feira. Hoje, brilha como a Mãe Lucinda de
Reprodução e TV Globo
Vera Holtz: em 95, foi a prostituta Quitéria Quarta-Feira. Hoje, brilha como a Mãe Lucinda de "Avenida Brasil"


José Wilker encarnou o ambíguo Marcelo. Na fase atual, prepara-se para atuar no remake de
Reprodução e TV Globo
José Wilker encarnou o ambíguo Marcelo. Na fase atual, prepara-se para atuar no remake de "Gabriela"

Deborah Secco: aos 16, era Carina na novela de Sílvio de Abreu. Em 2012, aos 33, está em
Reprodução e TV Globo
Deborah Secco: aos 16, era Carina na novela de Sílvio de Abreu. Em 2012, aos 33, está em "Louco por Elas"


Selton Mello era o gago Tonico em 1995. Dezessete anos depois, estrelou o seriado
Reprodução e TV Globo
Selton Mello era o gago Tonico em 1995. Dezessete anos depois, estrelou o seriado "A Mulher Invisível"


Aracy Balabanian vivia Filomena Ferreto. Em 2012, está no ar como a Máslova de
Reprodução e TV Globo
Aracy Balabanian vivia Filomena Ferreto. Em 2012, está no ar como a Máslova de "Cheias de Charme"


Marcos Frota viveu Diego em
Reprodução
Marcos Frota viveu Diego em "A Próxima Vítima". Hoje, o ator tem 54 anos de idade


Camila Pitanga tinha 18 anos em 1995. Hoje é uma estrela nacional (na foto, apresentando o
Reprodução e TV Globo
Camila Pitanga tinha 18 anos em 1995. Hoje é uma estrela nacional (na foto, apresentando o "Som Brasil" da Globo)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.