Com três dias de festividades, Mônaco se prepara para a maior festa em 55 anos

Casamento de Príncipe Albert II e Charlene Wittstock: três dias de festividades em Mônaco
GettyImages
Casamento de Príncipe Albert II e Charlene Wittstock: três dias de festividades em Mônaco

Príncipe Albert II e Charlene Wittstock
Getty Images
Príncipe Albert II e Charlene Wittstock
Aos 53 anos, o príncipe Albert II, conhecido como um dos solteirões mais famosos do mundo, finalmente encontrou a mulher de sua vida. O casamento com a ex-nadadora olímpica e modelo sul-africana Charlene Wittstock acontecerá em Mônaco, entre os dias 30 de junho e 2 de julho.

Siga o iG Gente no Twitter e acompanhe todas as notícias das celebridades

O casal se conheceu em 2000 quando Charlene participava de uma competição de natação, mas o namoro só se tornou público seis anos depois. Antes de conhecer a futura mulher, Albert era um solteirão convicto e namorou atrizes e modelos famosas como Brooke Shields e Claudia Schiffer .

Mas a demora para subir ao altar levantou suspeitas de que o príncipe seria homessexual. Em 2005, descobriu que tinha um filho, hoje com oito anos, de um affair com uma comissária de bordo. No ano seguinte, veio à tona uma filha adolescente de um outro romance.

SAIBA TUDO SOBRE O CASAMENTO REAL

A fachada do Palácio de Mônaco
Creative Commons
A fachada do Palácio de Mônaco
TRÊS DIAS DE FESTA

Para celebrar o enlace, Albert e Charlene farão três dias de festividades para os moradores do principado - o casal decretou feriado de dois dias. E será a maior festa em 55 anos: Mônaco não organiza uma cerimônia tão grande desde o casamento dos pais de Albert, o príncipe Rainier III com a atriz Grace Kelly, em 1956. A festa começa com show da banda “The Eagles” no Estádio Louis II, com os portões abertos para a população.

O casamento civil acontecerá no dia 1° de julho, na Sala do Trono do Palácio do Príncipe de Mônaco, nome oficial da residência real em Montecarlo. Após a cerimônia, os noivos aparecerão no balcão da Sala dos Espelhos para saudar o povo. Em seguida, haverá um jantar oficial oferecido pelo chef francês Alain Ducasse para 450 pessoas na Ópera Garnier, em homenagem à cozinha mediterrânea e os produtos da região.

Antes de o casal partir para a lua de mel na África do Sul, eles serão coroados por uma queima de fogos de artifício e pelo baile oficial. O próprio príncipe escolheu Perrier-Jouët Belle Epoque como o champanhe oficial para a ocasião. No entanto, os detalhes, como o estilista do vestido da noiva, só serão revelados às vésperas do evento.

Em 2 de julho, o casamento religioso será celebrado ao ar livre, no pátio principal do palácio, com a presença de 850 convidados sentados. A cerimônia seguirá os ritos da Igreja Católica Romana. Tanto o casamento civil quanto o religioso serão transmitidos para seis mil pessoas por meio de telões posicionados em pontos estratégicos das ruas da capital de Mônaco. Flores estão sendo plantadas por toda a cidade, estátuas e monumentos foram repintados, Flores estão sendo plantadas por toda a cidade, estátuas e monumentos foram repintados e souvenirs como chaveiros, xícaras, bandejas, leques, entre outras lembrancinhas já começaram a ser vendidos. Além de faixas e bandeiras da África do Sul espalhadas por todos os cantos.

A lista completa de convidados ainda não foi divulgada, mas é certo que entre as quatro mil pessoas estarão famílias reais e presidentes de vários países do mundo. O estilista alemão Karl Lagerfeld , diretor criativo da Chanel, e o presidente do Líbano, Michel Suleiman , são alguns dos nomes informados à Agência Efe pelo Palácio do Principado. Confirmados também a presidente da Irlanda, Mary McAleese , o presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Jean Todt , o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Jacques Rogge , e toda a família real sueca.

Príncipe Albert II e Charlene Wittstock
Getty Images
Príncipe Albert II e Charlene Wittstock

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.