Cantora foi defendida por seu irmão, Tony. “Estava tão paralisada de medo que não podia me mover”, disse ela em seu Facebook

Shakira mostrou fotos com os pinguins durante o passeio
Reprodução/Twitter
Shakira mostrou fotos com os pinguins durante o passeio
Shakira está aproveitando suas férias para viajar e conhecer animais selvagens e se feriu durante um passeio na tarde desse domingo (12). A cantora contou por meio de seu Facebook que foi atacada por um leão-marinho e foi salva por seu irmão, mas não disse o local em que está viajando.

Siga o iG Gente no Twitter e acompanhe todas as notícias sobre sua estrela favorita

“Esta tarde estava olhando as focas e os leões-marinhos, quando decidi chegar mais perto dele, inclusive mais do que os outros turistas”, contou. “Imprudentemente, me abaixei para acariciá-los e vê-los de perto. De repente, um deles saltou da água tão rápido e com tanta força, que imediatamente o vi somente a um palmo à minha frente. Me olhou, fez um ruído impetuoso e tentou me morder. Todo mundo gritou, inclusive eu também, mas eu estava tão paralisada de medo que não podia me mover, ficando o leão-marinho e eu nos olhando fixamente”, completou ela em seu Facebook.

A mão ferida de Shakira após o ataque do leão-marinho
Reprodução/Facebook
A mão ferida de Shakira após o ataque do leão-marinho
A cantora foi salva por seu irmão, Tony , a quem ela referiu-se como um super-herói. “Meu irmão, Super Tony, saltou literalmente sobre mim e salvou minha vida, me separando do animal. Nós dois estamos com arranhões nas mãos e nas pernas provocados pelas rochas”, escreveu ela.

Na opinião de Shakira, o animal confundiu seu celular com um peixe e a atacou porque pensou que ela estivesse alimentando-o. “Acredito que o que aconteceu foi o seguinte: o leão-marinho confundiu a superfície brilhante do meu Blackberry com um peixe. Então o leão pensou que eu estava brincando com ele, dando comida para ele. É curioso que há cerca de 30 minutos estava me queixando com meu guia, Andrew, de que nunca via animais selvagens perto de mim nas minhas viagens. Bem, acredito que nunca mais poderei dizer algo assim. Agora vou ver os pinguins, que acredito que sejam um pouco mais amigáveis, até porque têm a boca muito menor”, concluiu o relato.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.