Tamanho do texto

Se você fica constrangido quando vê cenas de sexo com a família, deve evitar assistir a alguma dessas séries ao lado dos pais

Cada vez mais, assistir séries tem se tornado um programa em família. Mas, para aqueles que se costrangem com mais facilidade, ver algumas produções ao lado dos pais pode ser algo digno de pesadelos.

Leia também: Relembre as minisséries que tiveram cenas ousadas de sexo na Globo

Reprodução
"Masters of Sex", do canal Showtime, é uma das séries com mais cenas de sexo ainda em exibição

Pensando nisso, o iG reuniu uma lista de 10 séries para não assistir em família. Veja abaixo:

"Masters of Sex"

Estrelada por Michael Sheen e Lizzy Caplan, a série do canal Showtime conta a história dos pesquisadores William Masters e Virginia Johnson, que dedicaram a vida a estudar a sexologia entre as décadas de 1950 e 1970. Como era de se esperar, a trama é recheada de cenas de sexo, mas não é tão explícita quanto outros programas, preferindo focar mais no lado científico dos estudos sexuais.

"Westworld"

Lançamento recente da HBO, a série acontece em uma espécie de parque de diversões povoado por robôs que remonta o velho oeste americano. Uma das diversões dos visitantes é transar com os robôs, tanto que o parque tem até um prostíbulo. Uma das cenas mais explícitas do programa é uma orgia entre robôs e humanos.

"True Blood"

Outra atração da HBO, o programa estrelado por Anna Paquin e Stephen Moyer girava em torno de uma história fantástica envolvendo vampiros e lobisomens. Mas o que chamou atenção mesmo foram as cenas de nudez, que eram bastante frequentes e eram protagonizadas por nomes conhecidos, como Alexander Skarsgård.

Leia também: Alexander Skarsgard aparece nu em série e causa polêmica nas redes sociais

"Sons of Anarchy"

A produção do FX contava a história de um grupo de motoqueiros que controlava a cidade fictícia de  Charming, na Califórnia. Aclamada pela crítica, a série recebeu algumas críticas por ter muita violência e cenas de sexo, mas todas as interações sexuais estavam amarradas à história de alguma maneira, o que não prejudicava a trama.

"Game of Thrones"

Ramsay e Sansa protagonizaram uma polêmica cena de estupro em
Reprodução
Ramsay e Sansa protagonizaram uma polêmica cena de estupro em "Game of Thrones"

Maior série da atualidade, "Game of Thrones" tem cenas de nudez e sexo em praticamente todos os episódios. Entretanto, algumas dessas passagens são bem problemáticas. Em 2015, uma cena de estupro na 5ª temporada gerou muita polêmica e críticas à produção da HBO, mas isso não diminuiu o sexo nos episódios seguintes.

"Californication"

A produção do Showtime conta a história do escritor degenerado Hank Moody (David Duchovny), que tenta manter o relacionamento com a filha e a ex-esposa enquanto curte a vida. O sexo é um dos temas recorrentes da série, que também fala sobre abuso de drogas, álcool e até relacionamento com menores de idade.

"Orange is the New Black"

Sucesso da Netflix, a série se passa em uma prisão feminina nos Estados Unidos e conta as histórias das detentas, principalmente das protagonistas Piper (Taylor Schilling) e Alex (Laura Prepon). Os flashbacks mostram bastante cenas de sexo e de abuso de drogas, enquanto relações sexuais entre as presidiárias também não são raras.

"Skins"

A série juvenil britânica teve seis temporadas e fez sucesso até no Brasil. Protagonizada por adolescentes, a produção do canal E4 mostra um lado degenerado da adolescência, com muito foco no sexo e no abuso de drogas. A série ainda ganhou uma versão americana, que foi exibida no Brasil pela MTV.

"Sense8"

Cena de
Reprodução
Cena de "Sense8", da Netflix

Outro hit da Netflix, "Sense8" foi criado pelas irmãs Wachowski ("Matrix") e segue um grupo de pessoas que têm uma espécie de conexão cósmica. A série não economiza no sexo e na nudez e uma das cenas mais famosas é a de uma orgia explícita.

Leia também: Atores de "Sense8" discutem cenas de sexo: "Não me incomodam"

"Queer as Folk"

Em 2000, "Queer as Folk" foi uma das séries mais trangressoras da TV americana. Inspirada na série britânica homônima, a produção do Showtime acompanhava a vida de cinco homens gays e um casal lésbico na cidade de Pittsburgh. Além de promover cenas de sexo homossexual, a trama ainda abordava temas importantes, como o casamento homossexual, adoção de crianças por casais gays, discriminação e uso de drogas.

    Leia tudo sobre: Game of Thrones
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.