Protagonista de “Mulheres Ricas” fala sobre os primeiros episódios, sua relação com as outras garotas e a próxima temporada

Débora Rodrigues chegou acompanhada da filha, Jacqueline, ao último dia de desfiles do SPFW
AgNews
Débora Rodrigues chegou acompanhada da filha, Jacqueline, ao último dia de desfiles do SPFW
Protagonista de “Mulheres Ricas”, da Band, Débora Rodrigues sente a repercussão de sua participação no quadro. Além da resposta nas ruas, a piloto de Fórmula Truck também viu suas companheiras de programa fazendo comentários que, durante as gravações, não vieram à tona. “Às vezes, a gente fica sabendo ao pé da letra e, às vezes, fica sabendo de indireta. Pra você responder o depoimento, o produtor pergunta: ‘fulano achou que sua casa é assim. O que você acha?’. Algumas coisas a gente sabe. Quando fico sabendo, eu respondo. Sou muito tranquila nesse sentido. Vim de um movimento social, onde a primeira polêmica foi eu ter posado nua. O movimento não aceitava, mas eu tinha que sustentar os meus filhos. E ideologia não pode comida dentro de casa. Então quer dizer, polêmica é meu sobrenome. Falem bem ou mal, mas falem de mim”, comentou Débora, que passou pelo lounge da Risqué no SPFW, nesta terça-feira (24), último dia do evento de moda.

Siga o iG Gente no Twitter e acompanhe as últimas notícias dos famosos

Ela ainda falou sobre o comentário de Brunete Fracarolli , que não gostou da cor de sua casa. “A Brunete ter falado da minha casa, é natural. O que ficou ruim foi que ela falou em rede nacional. Mas é um direito dela não gostar”, comentou Débora, que leva a arquiteta como grande amiga, mesmo longe das câmeras.

Além de Brunete, Débora falou sobre as polêmicas que surgiram sobre o relacionamento do quinteto. E, principalmente, sobre os comentários feitos por Val Marchiori , que tanto tem incomodado algumas das protagonistas da atração. “Esse que não é aquele reality onde as câmeras ficam 24 horas com a gente, mas que mostra o dia a dia de mulheres que são diferentes, mas que nem sempre são politicamente corretas. Mas eu sou obrigada a dizer, que a Val é o que muitas pessoas são, mas que não mostram pra ninguém. Ela fala o que muitas pessoas falam pelas nossas costas. O que choca é isso. Ela fala em rede nacional o que outras pessoas falam escondido”.

LEIA TAMBÉM: Debora Rodrigues: “Não tenho nenhuma vergonha em dizer que eu era pobre”

Débora Rodrigues sobre 'Playboy' da filha: “Olha, é só conversar com a mamãe e vamos negociar”
AgNews
Débora Rodrigues sobre 'Playboy' da filha: “Olha, é só conversar com a mamãe e vamos negociar”
Edição do reality

Em uma entrevista, Val Marchiori comentou que a edição do programa não estaria favorecendo sua imagem. Questionada, Débora deu sua opinião sobre o assunto. "Gente, nós estamos em um programa que estava na cara, pelo nome, que seria polêmico. Então, você imagina: ouvindo um nome desses, você acha que a produção ia ser boazinha com você? Como diz minha amiga Val, ‘Hello’”, dispara Débora, que cogitou abandonar o programa logo nas primeiras gravações.

“Não gostei da minha participação nos primeiros episódios. Estou com pouca maquiagem, não me produzi nem um pouco, porque eu estava certa de que eu iria parar. Eu não ia continuar fazendo o programa, porque eu estava tensa. Mesmo com contrato. Meu marido falou: ‘se for preciso eu pago pra você parar’. O mais importante pra nossa empresa é a nossa imagem. Eu vivo da minha imagem, vivo de patrocínio”, contou.

Débora chegou a sentar com a produção para conversar, e acabou relaxando. Ela afirmou que, por conta disso, seus melhores momentos no programa ainda estão por vir.

E MAIS: Val Marchiori: "Estou acostumada com a inveja"

Atuação?

Débora afirmou não ter atuado em nenhum momento durante as gravações e disse que foio ela mesma em todos os momentos. Mas, claro, com algumas restrições. “O que eu fiz, na verdade, foi me segurar bastante. Contar até dez, ter muita paciência. Porque estou em rede nacional. Não vou jamais rodar a baiana, porque não vou descer ao nível de algumas pessoas”.

Se ela se segurou nesta temporada, não pretende fazer o mesmo na segunda, caso exista. “Se eu for pode ter certeza que não serei mais boazinha como fui. Tentei o tempo todo até melhorar a imagem de algumas pessoas. Se tiver a segunda, o bicho vai pegar. Porque aí, é toma lá, dá cá”, disparou ela, que aproveitou para rebater algumas críticas de Val Marchiori. Depois de dizer que a socialite tinha compulsão por champanhe, Val afirmou que Débora tem compulsão por cerveja. “Acho difícil ter compulsão a partir do momento que fico tão tranquila sem. Não tenho nenhum problema nenhum de entrar em uma loja e não ter cerveja para ser atendida. Então...”.

Playboy

Débora Rodrigues, que já foi capa da Playboy, tem visto o nome de sua filha sendo cotado para tirar a roupa para a revista masculina. E diz que não tem nada contra. “Olha, é só conversar com a mamãe e vamos negociar”, se diverte. Sobre uma possível edição com mãe e filha, ela dispara: “Vocês são fogo. Aí vai ter que negociar com os maridos, os dois irmãos”, afirma ela que é casada com o irmão do marido da filha. Mesmo com a brincadeira, não descarta o convite, “Olha, eu diria que nós não estamos fechadas a nada. Na vida nós não podemos dizer não nunca. Tudo a gente tem que estudar, a gente tem que ouvir”.

Todas as capas da Playboy - reveja as mulheres mais desejadas

Débora Rodrigues e a filha, Jacqueline, posaram para as fotos e atenderam os fãs que estavam na Bienal
AgNews
Débora Rodrigues e a filha, Jacqueline, posaram para as fotos e atenderam os fãs que estavam na Bienal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.