Clínica abre exceção e permite que a atriz mantenha um espelho em seu quarto

Vera em seu último trabalho na TV:
TV Globo/Divulgação
Vera em seu último trabalho na TV: "Insensato Coração"
Internada desde terça-feira(26) numa clínica de reabilitação para dependentes químicos na Barra da Tijuca , Zona Oeste do Rio, Vera Fischer , 59 anos, recebeu suas primeiras visitas neste último final de semana. A atriz se internou no Núcleo Integrado de Psiquiatria , clínica de desintoxicação voltada para um público de classe média alta, por vontade própria, após apresentar um quadro de depressão. A previsão é de que ela fique pelo menos quinze dias no local.

Desde então, a portaria da NIP é alvo de paparazzi e repórteres que tentam alguma imagem da atriz. Mas os muros altos, seguranças e grande quantidade de árvores impedem que qualquer um se aproxime.

O preço da internação na clínica é muito alto, maior até do que os praticados por hotéis 5 estrelas , mas as instalações do local são simples. Os quartos são todos da mesma medida, em torno de quatro metros quadrados, com uma cama de solteiro, um criado-mudo e um banheiro. Por segurança, não há fechaduras nas portas. O chuveiro é de plástico, sem parafusos na parede, para evitar que algum paciente fora de controle acabe pondo sua própria vida em risco. Os cabos que sustentam as cortinas também são de plástico, pelo mesmo motivo. Os pisos são de azulejo, não há carpete em nenhum quarto. Segundo o iG apurou, um dos poucos pedidos que a atriz fez, e foi prontamente atendida, é que pudesse usar um espelho para se pentear. Não é permitido o uso de maquiagem.

Lea também: Vera Fischer e um histórico de polêmicas

Sala de visita do NIP
Helio Motta
Sala de visita do NIP

Autógrafos para os pacientes

Apesar do quadro inicial depressivo, Vera tem se mostrado alegre e comunicativa. A atriz já deu, inclusive, autógrafo a outros internados. Uma das pacientes improvisou uma página arrancada de uma revista para que ela pudesse assinar. Atenciosa, gosta de conversar com quem vem puxar papo com ela.

Por se tratar de uma clínica exclusiva, só há 16 pacientes. Já nos primeiros dias, ela circulou pelas dependências do local, não querendo ficar apenas dentro de seu quarto. Ela é chamada de “dona Vera” pelos enfermeiros.

Confira um Antes e Depois de Vera Fisher

Não é comum ter televisão e DVD nos quartos individuais, mas os médicos liberaram que Vera possa assistir a seus programas preferidos. A atriz gosta de se rever em “O Clone”, novela que está sendo reprisada atualmente à tarde, na TV Globo. Ela vê a novela na sala de TV, em um aparelho de tela de plasma de 42 polegadas, junto com os demais pacientes.

Acesso aos quartos: orquídeas pelas paredes
Helio Motta
Acesso aos quartos: orquídeas pelas paredes

Rotina comum a todos

Na sala de terapia ocupacional, existe à disposição dos pacientes uma mesa de ping-pong e telas para pintura. Mas Vera, que até já fez exposição com seus quadros, ainda não se arriscou nas tintas do local.

Telefone só nos corredores e na recepção. Para fazer ligação externa, o paciente precisa de autorização dos médicos. É assim que Vera se comunica com os filhos. Eles ainda não foram visitá-la por decisão médica. Sua assessora e amiga, Liège Monteiro, esteve na clínica no último domingo (31) . De acordo com as normas da clínica, ela tem direito de receber no máximo quatro pessoas, ainda que o ideal seja, no primeiro momento do tratamento, o recolhimento total do paciente.

Um dos pratos servidos na clínica
Helio Motta
Um dos pratos servidos na clínica
A atriz segue a rotina comum a todos. Acorda por volta das 8h, faz exames, tem acesso à leitura, come no refeitório e se recolhe às 20h. No cardápio oferecido, ela pode optar por peixe ou frango, arroz branco, couve ou outra salada, ovos mexidos, maçã, pera e goiaba. Para beber, quase sempre opta por suco de laranja. Tudo preparado por uma nutricionista do local.

Assim que deu entrada no NIP ( mesma clínica onde Felipe Dylon se internou no final de 2009 ), Vera preencheu um formulário para fazer suas opções de comida e de tempero, como é de praxe com todos os que se internam ali. Ela não tem restrição alimentar imposta pelos médicos. Por isso, quando quer, pode comprar algum lanche na lanchonete do jardim interno.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

Livros à disposição

Na sala de leitura, há disponíveis enciclopédias e revistas. Livros são outra paixão da atriz. Em 2009, Vera lançou “Um Leão Por Dia”, sobre sua vida profissional, dois anos após um outro, “Vera – A Pequena Moisi”, sobre sua infância. Em nenhum, ela citou problemas com drogas. O assunto, entretanto, já foi falado por ela abertamente, em entrevistas .

A última aparição de Vera na TV foi numa participação em “Insensato Coração” , logo nos primeiros capítulos, na qual interpretou Catarina, uma antiga namorada de Teodoro (personagem de Tarcísio Meira ). Vera vai dormir antes da novela ir ao ar, às nove da noite.

Relembre alguns momentos da carreira de Vera Fischer :

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.