Desde os anos 60, as aparições do rei influenciaram a música, a moda e os costumes dos brasileiros. E a trilha sonora, claro

Nesta terça-feira (19), o filho mais famoso de Cachoeiro de Itapemirim (Espírito Santo) vai completar 70 anos de vida e 52 de carreira. A cidade onde nasceu Roberto Carlos , em 19 de abril de 1941, tem muito de que se orgulhar. O "rei" se tornou o maior ídolo brasileiro e o maior vendedor de discos do país. Lançou moda na música, no cinema, nas gírias, no vestuário, na atitude, nos cortes de cabelo.

VEJA O QUE OS ASTROS DIZEM SOBRE O ANIVERSARIANTE ROBERTO CARLOS

Seu território principal são as ondas do rádio, os sites de música e as lojas de disco. Mas a TV também sempre foi uma vitrine para Roberto Carlos, que liderou um programa de grande sucesso popular nos anos 60, a "Jovem Guarda", e criou uma tradição brasileira no Natal com seus especiais de fim de ano na Globo, no ar há 36 anos. Roberto só deixou de se apresentar  um ano, 1999, porque estava inconsolável com a morte de sua mulher, Maria Rita. Confira os programas de TV que Roberto Carlos abrilhantou com a sua presença.

Alô, alô, Terezinha: Roberto Carlos participa do programa do Chacrinha em 1969
Reprodução/Site Oficial Roberto Carlos
Alô, alô, Terezinha: Roberto Carlos participa do programa do Chacrinha em 1969

Roberto fazia tanto sucesso em suas aparições no "Cassino do Chacrinha" que conquistou atrações próprias. Em 1965, ao lado de Erasmo Carlos e Wanderléa , ele estreou no comando do programa “Jovem Guarda”, nas tardes de domingo da TV Record. Mas continuava aparecendo eventualmente no programa do Chacrinha.

Roberto Carlos com Erasmo Carlos e Wanderléa: trio comanda o programa
Reprodução/Site Oficial Roberto Carlos
Roberto Carlos com Erasmo Carlos e Wanderléa: trio comanda o programa "Jovem Guarda", na década de 60

Na mesma emissora, em 1966, ele apresentou quatro outros programas: "Roberto Carlos à Noite", "Opus 7", "Jovem Guarda em Alta Tensão" e "Todos os Jovens do Mundo". As atrações tiveram vida curta na telinha, mas, oito anos depois, Roberto selou, em outro canal, uma aliança que dura até hoje. Em 24 de dezembro de 1974, a Rede Globo exibiu um programa especial de fim de ano com o cantor. Erasmo Carlos , Antônio Marcos e o ator Paulo Gracindo foram os convidados.

O resultado foi altíssima audiência e um contrato de exclusividade e apresentação de um show anual. Desde então, Roberto entra na casa dos brasileiros todo dia 24 de dezembro. A visita falhou apenas em 1999, ano em que o quadro de câncer de sua mulher, Maria Rita, se agravou e ela faleceu.

Roberto Carlos em seu primeiro especial para a TV Globo
Reprodução/Site Oficial Roberto Carlos
Roberto Carlos em seu primeiro especial para a TV Globo

A espera

Em 2001, além do anual global, todos esperavam mais uma aparição de Roberto Carlos nas telinhas. O músico participou do “Acústico MTV” e o público aguardava a transmissão da gravação no canal, como é de praxe acontecer com todas as produções deste projeto. Mas, no caso de Roberto, a exibição não aconteceu. Por conta do contrato de exclusividade de imagem com a Globo, o DVD chegou ao mercado sem nunca ter passado pela grade da emissora jovem.

Roberto Carlos grava
Reprodução
Roberto Carlos grava "Acústico MTV", mas o vídeo do DVD não vai ao ar

A comemoração

Em 2009, quando completou 50 anos de carreira, Roberto iniciou a celebração das bodas de ouro em sua terra natal. Lá, fez um show que teve alguns trechos transmitidos ao vivo pelo programa “Fantástico”. Um canal de TV de Portugal também noticiou o marco na carreira do cantor.

Estreia ao vivo

Em dezembro de 2010, Roberto Carlos trouxe novidades para seu especial de Natal e apresentou o programa ao vivo, direto da praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. No palco, recebeu artistas como Bruno e Marrone , Exaltasamba e Paula Fernandes , que depois desse evento, foi apontada como a nova namoradinha do músico.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.