Primeira apresentação do cantor teve clássicos do rei e uma arriscada de "Ai Se Eu te Pego", do fenômeno sertanejo

Com mais de duas horas de duração, Roberto Carlos fez sua primeira apresentação no cruzeiro
Vivian Fernandez
Com mais de duas horas de duração, Roberto Carlos fez sua primeira apresentação no cruzeiro "Emoções em Alto-Mar", nesse sábado (4)
Roberto Carlos fez a primeira de suas três apresentações no cruzeiro Emoções em Alto-Mar na noite desse sábado (4). O músico cantou por mais de duas horas sucessos de carreira em um show intimista, repleto de seus clássicos românticos. Durante a apresentação, que teve início às 23h28, Roberto chegou a dedilhar no violão e arriscar o refrão de "Ai Se Eu te Pego", de Michel Teló , depois que um grupo de fãs resolveu entoar a canção. Em seguida, o rei, que tem admiração pelo músico, não poupou elogios. "Michel Teló é um sucesso. Maravilhoso, fenomenal, incrível".

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades

Reunido com parte de sua banda, Roberto arrancou risadas de sua plateia logo no início do show. O cantor repetiu seu tradicional "que prazer rever vocês", e, em seguida, provocou suas fãs apaixonadas. "É um prazer estarmos juntos alguns dias morando na mesma casa, dormindo sob o mesmo teto. Não na mesma cama, né?", riu o músico, que entoou algumas canções em outras línguas. "Aqui no cruzeiro fico atrevido. Fico querendo cantar em outros idiomas, porque aqui me sinto em casa", brincou.

Ao final do show, Roberto vestiu sua roupa de capitão, brindou com os fãs com uma taça de champanhe distribuída a todos os presentes e entregou , do palco, suas disputadas rosas.

Com champanhe, Roberto Carlos brindou com suas fãs
Vivian Fernandez
Com champanhe, Roberto Carlos brindou com suas fãs

LEIA TAMBÉM: Roberto Carlos chega acelerando Audi em cruzeiro musical

Parceria náutica

Durante o show, Roberto teceu elogios ao capitão Michele de Gregório , de 59 anos, e que, há oito, acompanha o rei em todas as edições do cruzeiro. Pouco antes da apresentação, o empresário do músico contou que, se depender de Roberto, a parceria entre os dois não se desfaz nem se houver uma troca de embarcações. Em 2011, Roberto recebeu um convite para trocar a empresa que assina o navio, a Costa, proposta ainda não decidida pelo músico. "Ele disse que só trocaria se Michele fosse junto", contou Dody .

O capitão italiano, que fica quatro meses em alto-mar a cada dois em terra firme, afirmou que o cruzeiro de Roberto Carlos é o de "mais amor, mais belo, e excelente da minha vida". Para ele, que é capitão desde 1988, o que ele mais gosta no músico é a paz que ele trasmite. "Todo ano, as pessoas ficam encantadas e se emocionam." Em tempo: a roupa de capitão usada pelo rei durante as apresentações foi presente de Michele. "No primeiro navio, Roberto se vestiu de marujo e Michele resolveu promovê-lo a capitão", explicou o empresário do rei.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.