Publicação classificou o jeito de se vestir da cantora de "Neguinha Safada"

Rihanna durante show em Londres nesta quinta-feira (22)
Brainpix
Rihanna durante show em Londres nesta quinta-feira (22)
A cantora Rihanna e seus fãs, de dentro e de fora da Holanda, ficaram furiosos depois que a revista de moda "Jackie" qualificasse o estilo de se vestir da artista como o de uma "Nigga Bitch" (Neguinha Safada, em tradução livre).

Siga o iG Gente no Twitter

Logo após a publicação da revista, a informação começou a circular na internet, principalmente nos sites americanos de celebridades e nas redes sociais. Em poucas horas, a própria Rihanna já estava ciente desta polêmica publicação.

A cantora, por sua vez, recorreu a sua conta do Twitter para acusar a redatora-chefe da revista, Eva Hoeke , de divulgar uma publicação que é uma "pobre representação da evolução dos direitos humanos" e de se comportar de maneira "desrespeitosa e desesperada".

Segundo Rihanna, milhares de meninas holandesas sonham em ser reconhecidas por suas contribuições ao país e que a revista poderia ter cedido esse espaço para elas ao invés de pagar para imprimir um texto que "denigre toda uma raça".

"É esta sua contribuição para este mundo, a de encorajar a segregação, de fazer os futuros líderes acreditarem que devem atuar com a mente posta no passado?", perguntou a cantora para a editora-chefe da revista holandesa.

A cantora, que disse que a revista juntou duas palavras com a intenção de degradar toda uma raça, ainda mandou outro recado: "Com todo meu respeito, em nome da minha raça, aqui te digo três palavras: vai se f...", escreveu Rihanna em seu Twitter.

A revista chegou a usar o Facebook para se desculpar pelo ocorrido, porém, as palavras de Eva provocaram ainda mais reações negativas. Assim, a redatora-chefe admitiu que nunca deveria ter publicado uma página com este título. Segundo Eva, a publicação não pretendia causar polêmica, tratava-se de um trocadilho, uma "piada", embora má. Após toda repercussão que a tal "piada" causou, a redatora-chefe acabou pedindo demissão.

No domingo (18), Rihanna também usou o microblog para falar sobre o preconceito que sofreu enquanto estava hospedada em Lisboa . Eu acabei de conhecer a pessoa mais racista de todas! Esse homem disse as m*** mais malucas sobre a mulheres negras e nos chamou de cachorras, prostitutas. Nós não somos mer***. Ele disse que não podíamos ficar no mesmo hotel. Não preciso dizer que a ‘negona’ em mim veio à tona. Com sotaque de Bajan e tudo! (risos) Descobrimos depois que o gerente do hotel era negro”, escreveu a cantora no Twitter.

    Leia tudo sobre: Rihanna
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.