O ator foi durante décadas um fervoroso defensor do Dalai Lama e dos direitos humanos no Tibete

Richard Gere: liderança tibetana nos EUA
Getty Images
Richard Gere: liderança tibetana nos EUA
O ator americano Richard Gere viajará este mês à Coreia do Sul para passar alguns dias em um dos templos budistas mais importantes do país, uma experiência acessível aos turistas que visitam o país asiático.

Segundo informou nesta quarta-feira (8) a ordem budista Jogye, a principal na Coreia do Sul, o ator, que é praticante desta religião, chegará ao país asiático em 20 de junho e ficará alguns dias no templo de Bulguksa, em Gyeongju, 370 quilômetros ao sul de Seul.

Bulguksa é considerado um dos templos mais importantes no budismo sul-coreano por sua origem milenar e porque abriga a gruta Seokguram, que guarda em seu interior um grande buda de pedra, um conjunto declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Gere deve reunir-se com o chefe da ordem de Jogye, o venerável Jaseung, e apresentar em Seul sua coleção de fotografias sobre o Tibete, intitulada "Pilgrim" ("Peregrino"), antes de partir, em 25 de junho.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

A estadia em templos budistas sul-coreanos é acessível a qualquer turista que esteja disposto a submeter-se por alguns dias à rígida disciplina dos monges em seus afazeres diários.

Richard Gere foi durante mais de três décadas um fervoroso defensor do Dalai Lama e dos direitos humanos no Tibete, sob administração chinesa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.