O monarca segue tradição da África do Sul, onde ele e Charlene passam lua-de-mel

Charlene Wittstock e Príncipe Albert II
GettyImages
Charlene Wittstock e Príncipe Albert II
Príncipe Albert II e a Princesa Charlene de Mônaco, que passam a lua-de-mel em Durban, na África do Sul, terra natal dela, estão seguindo algumas tradições do país. Por isso o monarca vai presentear a família de sua mulher com uma vaca – que representa a fartura que ele proporcionará a Charlene. "Durban é uma cidade que está no coração de Charlene, por isso é muito bom poder conhcê-la melhor" disse Albert ao jornal "Daily Mail".

Siga o Twitter do iG Gente e acompanhe as notícias das celebridades em tempo real

Princesa Charlene de Monaco e Príncipe Albert II no coquetel organizado pelo Comitê Olímpico Internacional, em Durban, na África do Sul
GettyImages
Princesa Charlene de Monaco e Príncipe Albert II no coquetel organizado pelo Comitê Olímpico Internacional, em Durban, na África do Sul
Ao chegarem no aeroporto da cidade, o príncipe e a princesa foram receidos pelo presidente  sul-africano Jacob Zuma, que falou sobre o costume pós-casamento.“O dote é uma tradição Zulu, milenar na nossa cultura”, explicou ele. De acordo com a revista americana “People”, Jacob ainda acrescentou: "Esperamos que você pague a vaca para sua esposa".

Leia Também: Mônaco: uma íntima relação entre luxo e drama

O novo casal real, que trocou alianças nesse final de semana, falou brevemente com Zuma durante um coquetel organizado pelo Comitê Olímpico Internacional (COI)– logo após aterrissarem no país. O próximo compromisso dos recém-casados é nesta quarta-feira (7), a noite. O Príncipe e Charlene são convidados de honra de uma recepção de gala organizada pelo COI.

Hotel Oyster Box, na África do Sul. Local onde  Príncipe Albert II e Charlene Wittstock passam a lua-de-mel
Divulgação
Hotel Oyster Box, na África do Sul. Local onde Príncipe Albert II e Charlene Wittstock passam a lua-de-mel

O hotel em que Albert e Charlene estão passando a lua-de-mel, o luxuoso Oyster Box, foi fechado para imprensa e para público."O casal pediu para sua estadia ser o mais sigilosa possível” disse o porta-voz do resort, Joan Hayes. "Estamos seguindo as suas ordens" completou ele.

Confira: Sangue azul já importa menos em casamentos reais


FOTOS: Os vestidos mais marcantes de casamentos da realeza

Detalhe de uma das suítes do hotel Oyster Box, na África do Sul, o escolhido pelo casal real de Mônaco
Divulgação
Detalhe de uma das suítes do hotel Oyster Box, na África do Sul, o escolhido pelo casal real de Mônaco

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.