O reality-show de Paris não agrada o público e corre o risco de ser tirado do ar

A baixa audiência – em torno de 400 mil espectadores – na estréia do reality-show de Paris Hilton , "O Mundo Segundo Paris", surpreendeu a socialite e a direção do canal Oxygen, que exibe o programa. Para Paris a culpa é da emissora. Ela afirma que, devido a um problema técnico do canal, todo
seu árduo trabalho de promoção do show foi desperdiçado.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

Paris Hilton
GettyImages
Paris Hilton
“O erro técnico fez com que o show fosse ao ar em momentos diferente em muitos mercados", justifica Paris. Já, de acordo com um porta-voz do canal, o espetáculo estreou na hora e no dia que a socialite promoveu (10 horas da noite do dia primeiro de junho). Ele ainda completa, "Não houve nenhum erro e esperamos uma aceitação muito emocionante da série”.

Para o episódio desta semana, o assessor de Paris disse que acredita em uma reviravolta. No programa a socialite se encontrará com a ex-namorada de Charlie Sheen , Brooke Mueller , e elas falarão sobre o abuso de drogas no meio das celebridades.

Em comparação com a estreia do programa da cantora Aubrey O'Day -"The Bad Girls Club" - , em março deste ano, em que o show atraiu 1,7 milhões de espectadores, Paris está mal ranqueada. “Está é a última chance de Paris”, disse outro porta-voz do Oxygen. Para ele, caso o reality-show não dê certo, Paris deve desistir: “isso será uma prova de que ninguém se importa com ela”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.