Para Mohamed al-Fayed, não será nada fácil a vida de Kate Middleton ao lado da família real britânica

Kate Middleton e Príncipe William
GettyImages
Kate Middleton e Príncipe William
Todo conselho é válido para uma noiva, principalmente se tratando de uma futura princesa. E um velho conhecido da realeza britânica decidiu aconselhar Kate Middleton . Em entrevista à revista “National Enquirer”, o ex-sogro de Lady Di , Mohamed al-Fayed , pai de Dodi al-Fayed , falou sobre a família real e os problemas de se tornar uma pessoa pública na Inglaterra.

“Kate, assim como Diana, não tem ideia do preço que tem que pagar quando troca votos com um Windsor”, disse o empresário egípcio. “ Príncipe William vivia comigo quando era mais novo e eu o vi se tornar um homem maravilhoso. Ele tem o charme da mãe e eu posso entender porque Kate se apaixonou por ele. Mas o preço a pagar será muito grande. Os Windsors farão de tudo para destruir a nova princesa. claro que não tenho dúvidas de que William sempre vai amá-la. Ele é muito mais homem do que seu pai, príncipe Charles poderia ser. Mas o estresse de lidar com o veneno da família pode ser demais para Kate", desabafou.

Mohamed al-Fayed falou ainda que se Diana estivesse viva ela seria a primeira a aconselhar Kate sobre a família real. Segundo o empresário, apesar do respeito que tem pela Rainha Elizabeth, ele não tem a menor admiração pelo marido dela, o Príncipe Filipe. “Filipe cresceu com nazistas, ele é força ruim por trás da família. Como as pessoas já se apaixonaram por Kate, Filipe deve estar com muito medo dela. A tática dele é iniciar uma campanha de difamação”, completou.

Ainda segundo al-Fayed, Camila Parker-Bowles também se juntará a campanha de difamação de Kate assim que perceber que o povo inglês gosta mais da nova princesa.

Pai do namorado da princesa Diana, Dodi al-Fayed, o empresário Mohamed al-Fayed teme pela segurança de Kate Middleton
GettyImages
Pai do namorado da princesa Diana, Dodi al-Fayed, o empresário Mohamed al-Fayed teme pela segurança de Kate Middleton


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.