Justiça acata acusação de que show teria sido pago com dinheiro público

Zezé di Camargo e Luciano têm lucros de show bloqueados
Claudio Augusto
Zezé di Camargo e Luciano têm lucros de show bloqueados
O Ministério Público do Estado de Mato Grosso entrou com uma ação na Justiça para bloquear os lucros do show da dupla Zezé di Camargo e Luciano durante o evento "V Expodiamantino". A Justiça acatou o pedido realizado por meio da Promotoria de Justiça de Diamantino e determinou, nesta terça-feira (6), que o valor de R$ 210 mil arrecadado no evento ficará bloqueado, pois o dinheiro para pagar o show teria saído dos cofres públicos.

Siga o iG Gente no Twitter e acompanhe todas as notícias sobre sua estrela favorita

De acordo com uma nota divulgada pelo MP, o show realizado no último domingo (4) na "V Expodiamantino" foi organizado por instituição privada, mas foi custeada com verba pública. A medida bloqueou os lucros da empresa responsável, “Maciel & Santana Ltda ME”, e da bilheteria do show da dupla sertaneja Zezé di Camargo e Luciano.

“Após termos recebido denúncia anônima sobre a irregularidade, requisitamos informações ao prefeito e ele nos encaminhou nota de empenho, mas não nos esclareceu se o recurso já havia sido repassado integralmente à dupla. Diante disso, ingressamos com ação cautelar para tentar impedir eventual repasse e assegurar o bloqueio das contas”, explicou a promotora de Justiça Anne Karine Louzich Hugueney Wiegert, que atua na 2ª Promotoria de Justiça Cível de Diamantino, na nota do MP.

A promotora explicou ainda que a medida é cautelar e buscará o responsável pelos atos de improbidade administrativa. “Na ação principal vamos requerer o ressarcimento ao erário. Se o montante bloqueado não atingir os R$ 210,00 mil, buscaremos os meios legais para garantir que os requeridos efetuem o pagamento”, revelou Anne.

A ação do MP revela também que os organizadores receberam patrocínios de divulgação e arrecadaram verbas também com aluguel de espaços, cujos valores variavam de R$ 500,00 a R$ 7 mil, além do dinheiro em cima da venda dos ingressos: “Enquanto os organizadores do evento arrecadam toda a receita relativa ao evento, cabe, em última análise, ao povo custear o show artístico de maior importância, por meio de verba pública municipal , tendo ainda a mesma população que pagar para assistir ao referido show com a compra de ingressos ou passaportes”, argumentou a promotora.

Procurada pela reportagem do iG Gente , a assessora da dupla sertaneja Zezé di Camargo e Luciano informou que os esclarecimentos devem ser feitos diretamente com os empresários da dupla, que não foi encontrado em seu escritório por conta do feriado nacional. Ainda segundo a assessoria, os responsáveis devem falar sobre o assunto nesta quinta-feira (8).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.