Joãosinho Trinta havia sido internado três vezes nos últimos seis meses por complicações do Acidente Vascular Cerebral

Joãosinho Trinta estava internado em São Luís desde o dia 3 de dezembro
Gustavo Miranda/Agência O Globo
Joãosinho Trinta estava internado em São Luís desde o dia 3 de dezembro

O diretor clínico do UDI Hospital, Carlos Gama , afirmou em entrevista coletiva realizada no final da manhã deste sábado (17) que a morte do carnavalesco João Clemente Jorge Trinta , de 78 anos, conhecido como Joãosinho Trinta era “previsível”.

Ele foi internado no dia 03 de dezembro com quadro de insuficiência respiratória, cardíaca e urinária. No entanto, segundo a equipe média, esse quadro agravou-se substancialmente nas últimas 72 horas. Essa foi a terceira vez em seis meses que Trinta foi internado em São Luís por complicações respiratórias, cardíacas e urinárias. Mas desta vez, Trinta não reagiu aos remédios e antibióticos ministrados pela equipe médica do UDI Hospital. “O Joãosinho era um paciente muito grave”, disse Gama.

VEJA AQUI: Morre o carnavalesco Joãozinho Trinta

Leia também: Morre aos 88 anos o ator e diretor Sergio Britto

A fragilidade da saúde de Trinta era uma consequência direta de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) que ele teve em 2006 e ele morava no Maranhão desde março onde preparava a festa dos 400 anos da cidade de São Luís. A expectativa agora é que o Governo do Estado mantenha todo o planejamento feito por Trinta até então.

VEJA FOTOS DA CARREIRA DE JOÃOSINHO TRINTA

Ele será enterrado às 10h de segunda-feira em local ainda indefinido. A possibilidade maior é que ele seja enterrado no Cemitério do Gavião, no Centro da capital maranhense. O velório acontecerá no Museu Artístico do Maranhão, na rua do Sol, no Centro Histórico de São Luís.

ASSISTA AQUI: Teaser do documentário "A Raça Síntese de Joãozinho Trinta"

A governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), decretou luto oficial no Estado de três dias; o prefeito de São Luís, João Castelo (PSDB), também decretou luto oficial na capital maranhense.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.