Kenny Ortega entrou em contato com Dr. Murray para dizer que o cantor não estava bem

O coreógrafo Kenny Ortega , também criador e diretor de “This Is It”, foi chamado pela promotoria para depor no julgamento do médico Dr. Murray, na tarde desta terça-feira, em Los Angeles. Durante os questionamentos de David Walgren , Ortega declarou que na sexta-feira, 19 de junho de 2009, ele percebeu que Michael Jackson não estava bem e que “algo estava acontecendo”.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

Foi então que  entrou em contato com Murray, que lhe disse que seu paciente estava apto emocional e fisicamente para assumir as responsabilidades do show. Quando questionado pelo promotor se sabia que Michel fazia abuso de drogas, ele disse que sim. Ao encerrar seu depoimento, ele também revelou que antes de 19 de junho, “Michael Jackson sumiu durante uma semana”.

ÁUDIO: Ouça gravação de Michael Jackson sedado um mês antes de morrer

Kenny Ortega é o criador de
Reprodução
Kenny Ortega é o criador de "This Is It"

Em seguida, que entrou para depor foi produtor Paul Gongaware , que afirmou que os ingressos para os dez primeiros shows que Michael faria em sua nova turnê foram vendidos quase que instantaneamente. Ela afirmou ainda que o músico pretendia adicionar outras 21 apresentações na agenda.

O depoimento de Gongaware encerrou o dia no tribunal. Na saída, fãs do ídolo pop gritavam repetidamente a frase "justiça para Michael".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.