Ator não será preso por ter agredido ex-namorada

Mel Gibson chegando ao tribunal nesta sexta-feira (11)
SplashNews
Mel Gibson chegando ao tribunal nesta sexta-feira (11)
Mel Gibson foi julgado nesta sexta-feira (11), acusado de agredir fisicamente sua ex-namorada, Oksana Grigorieva . O ator australiano de 55 anos chegou ao tribunal mediante a um acordo feito com os promotores de acusação. O acordo mantém a inocência do acusado, ou seja: não contesta a acusação, mas não é o mesmo que admissão de culpa.

Gibson aceitou esse pré-acordo, com o objetivo de ter um julgamento rápido, e sem apelações, evitando assim uma maratona judicial que poderia durar um ano.

De acordo com o site "TMZ", Gibson foi julgado na categoria crime menor, ou má conduta, dirigida especificamente para alguém que vive junto ou tem uma criança com a vítima.

Segundo o site, o ator foi condenado a 16 horas de serviço comunitário em uma organização filantrópica, a Mending Kids, e 52 semanas de aconselhamento, sendo acompanhado por um assistente social.

Além disso, ele deverá apenas ter "contato pacífico" com Oksana, e ficará 36 meses em liberdade condicional. Durante esse período, não pode usar força ou violência contra qualquer pessoa.

Oksana, por sua vez, não foi acusada de extorsão. Ela assinou um acordo de US$15 milhões - R$24 milhões - em maio de 2010, durante o acordo com Gibson pela custódia da filha Lucia, nascida em outubro de 2009. No acordo, Oksana ganharia uma casa, e teve de garantir que nunca divulgaria as famosas gravações em áudio que alega possuir, onde se ouviria a voz de Mel ameaçando-a.

Mel Gibson e Oksana Grigorieva na época em que estavam juntos
GettyImages
Mel Gibson e Oksana Grigorieva na época em que estavam juntos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.