Atriz lê texto de Papa João Paulo II, seguida por Mariana Rios e Juan Alba, e conta que lançará seu primeiro livro infantil

Sucesso como a Desiree, na extinta novela Ti Ti Ti, da Globo, Mayana Neiva ainda colhe os louros da personagem entre seu público. “Não só me chamam de Desiree na rua como de Armandinho. O público foi muito carinhoso com a Desiree, muito especial. Vivi todos os dias intensamente. Para mim foi sensacional”, disse a atriz durante lançamento mundial do espetáculo musicado Enlace - a loja do Ourives, que estréia o ano que vem, na noite desta terça-feira (31), no Ásia 70, em São Paulo.

Siga o iG Gente no Twitter e receba notícias das celebridades em tempo real

Mayana Neiva e Mariana Rios em noite de leitura em São Paulo
Celso Akin/AgNews
Mayana Neiva e Mariana Rios em noite de leitura em São Paulo

Excitada com o texto escrito por Karol Wojtyla , antes de se tornar Papa João Paulo II , em 1978, e adaptado por Elísio Lopes Jr. e Rafael Righini , Mayana se conectou com a personagem Theodora, vivida em 1938. “Achei um aspecto muito interessante do texto porque quando você pensa em João Paulo II em teatro você não vê nenhuma conexão. Achei tão interessante essa união entre a nobreza de sentimentos. A mulher romântica que deseja ser amada. Para mim foi um desafio pensar assim e se colocar nesse lugar”, disse ela que leu alguns trechos do texto ao lado de Juan Alba , substituto temporário de Eriberto Leão – já que o galã grava a novela "Insensato Coração", no Rio.

Mayana Neiva e Juan Alba
Celso Akin/AgNews
Mayana Neiva e Juan Alba "em cena"

Mas o que Mayana quis dizer com isso? Que não deseja ser amada? A atriz explicou: “Se fala muito da instituição do casamento e pouco do amor. O que mais me apaixonou nessa personagem é que o amor é um comprometimento interno para ela. Isso é uma coisa em desuso então me fez muito bem pensar nisso”, falou ela que tem opinião formada sobre o relacionamento a dois.

“A instituição do casamento não me agrada da forma que ela é hoje em dia. Acredito na criatividade afetiva. Temos que criar. Formas são variáveis. Podemos casar, morar junto, morar separado. O mais importante é ser criativo no amor e confiar no que você sente. Porque tem um momento que você tem que ter uma escolha, mesmo não sabendo você tem que confiar, acreditar”, ensinou ela. 

LEIA TAMBÉM: Mayana Neiva sobre o casamento: “Detesto obrigar o outro a me fazer feliz"

Solteira, “Graças a Deus”, Mayana, que já explicou o beijo fotografado com Rodrigo Lopez, com quem trabalhou em "Ti Ti Ti ", deseja mesmo é ter filhos. “Quero muito ter e adotar também”, disse ela, que parece estar engajada no universo infantil. Ela irá lançar seu primeiro livro voltado ao público mirim. "Depois que minha sobrinha nasceu, a Marina, e que eu fui ser madrinha do Francisco, filho do meu melhor amigo, o ator Francisco Vasconcelos, essas duas crianças me fizeram impulsionar e transformar o amor em um livro. Foi uma decorrência desse amor que foi explosivo. Queria contar algo que me tocasse”, continuou.

"Sofia é uma menina que acorda com um sol que engoliu e assim os raios saem do corpo dela. É uma parábula do conhecimento. Para mim é uma metáfora da vida, porque conhecer e viver a gente vai se transformando nas coisas que a gente ama", contou Mayana sobre Sofia, a ser lançado na Flip – Festa Literária Internacional de Paraty, que tem início dia 06 de junho. 

E em breve Mayana estará de volta as telinhas da televisão. “Não posso contar mas será no segundo semestre deste ano”, finalizou.

Também participaram da noite os atores da peça Mariana Rios , acompanhada do namorado, Di Ferrero , Fulvio Stefanini , Flávio Ermírio de Moraes , Leka Begliomini , Vivi Mori e Rod Lombardi . Marcos Oliveira , o Beiçola, de A Grande Família, da Globo, se apresentou com uma banda para animar a festa.  

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.