iG - Internet Group

iBest

brTurbo

iG Gente


Pesquisar:

enhanced by Google


Home iGGenteNotícias

Notícias


05/08 - 08:00

Cleo Pires na "Playboy" movimenta negociações com atrizes globais

Gustavo Abreu, iG São Paulo


No 35º aniversário da revista, a aposta é desvendar a nudez de uma estrela do alto escalão da TV, o que se torna cada vez mais raro e, por isso mesmo, mais desejado 

 

Com sua próxima edição de aniversário prestes a desembarcar nas bancas (precisamente na próxima segunda, dia 9), a “Playboy” pode recuperar a credibilidade com uma turma que há tempos não estampa as capas da revista: as celebridades do time “A”. Tudo por conta da estrela que vai apagar as 35 velinhas da publicação, Cleo Pires, que depois de um ano de negociação e um cachê estimado em R$ 1 milhão, fez dois ensaios – assinados por Bob Wolfenson e Jacques Deckequer -- e vai rechear 60 páginas da publicação.

 

Divulgação

 

Nos bastidores, o ‘sim’ da atriz de 27 anos - protagonista da próxima novela das seis, “Araguaia” - movimentou outros ‘sonhos de consumo’ da revista: Fernanda Lima, por exemplo, dá a entender que não descarta a idéia de entrar na lista das peladas. “Meu empresário já sentou para negociar, mas agora não tenho nada a declarar”. Já Mariana Ximenes, em alta como a sensual vilã Clara de “Passione”, é outra que, em entrevista ao iG Gente, deixou no ar a possibilidade de um ensaio: “Por enquanto não, mas não posso falar do futuro...“.

 

ESPECIAL: Confira os bastidores dos ensaios e das negociações, os cachês e os segredos de cinco ensaios de Playboy: Deborah Secco, Grazi Massafera, Danielle Winits, Juliana Paes e Sabrina Sato

 

Tirando as ex-BBBs, as chamadas mulheres-frutas e outras coadjuvantes do páreo, as últimas poderosas que estamparam a capa da “Playboy” foram Flávia Alessandra, já no seu segundo ensaio, em dezembro de 2009, Claudia Ohana, exatamente um ano antes, e Carol Castro, em agosto de 2008. Nada que tenha abalado o mercado editorial... e muito menos que tenha gerado tanta expectativa como o glamuroso ensaio da filha de Glória Pires e Fábio Júnior.

  

Divulgação

 

 

As favoritas da “Playboy”

 

Para a capa de 35 anos, a “Playboy” diz que tentou também negociar com Carolina Dieckmann, Luana Piovani e Camila Pitanga, que foi enfática ao ser procurada pela reportagem: “Não é não. Por nenhum dinheiro, nem nada”. Aos 48 anos, Luiza Brunet, outra que também estava na lista de favoritas, mas recusou, diz: “Não tem mais novidade, já posei nua oito vezes. Nem penso mais nisso...”, declarou ela, que exibiu suas curvas em publicações como “Playboy”, “Vip” e “Maxim” Brasil.

 

AgNews

 

Ganhou Cleo, que na coletiva de imprensa para divulgar a revista atiçou ainda mais a curiosidade alheia: "Estou bem satisfeita com meu corpo. Gostei de todas as fotos... Não mudaria nada!".

 

Veja também: Todas as capas da "Playboy"

 

Já o diretor do núcleo de revistas masculinas na editora Abril, Felipe Zobaran, atenua a importância de uma “A list” nas capas. Garante que, hoje em dia, as saradas dos reality shows também são fontes “infalíveis” de vendas – e até de status. “O imaginário masculino deseja mulheres do calibre dessas ‘gostosonas’ do BBB também”. Além disso, as candidatas que ainda estão atrás da fama são sempre mais fáceis de agradar: os cachês são mais baixos, as exigências nos bastidores menores, assim como na hora de aprovar as fotos.

 

Divulgação

 

 

A hora da virada

 

E o que um ensaio nu da “Playboy” significa na carreira de uma atriz? “Pode ser um divisor de águas, como já aconteceu algumas vezes”, explica Edson Aran, diretor da publicação. “Se a pessoa souber administrar, se torna um tremendo impulso.”

 

A ex-BBB Grazi Massafera, por exemplo, planejou a hora exata de posar para a revista. Ao contrário de muitas colegas do reality show que vieram antes e depois dela, esperou cinco meses até tirar a roupa. E, segundo a reportagem apurou, está entre as atrizes que mais faturaram com um ensaio da “Playboy” - cerca de R$ 700 mil -, ao lado de Flávia Alessandra. A publicação também ganhou: a edição de Grazi é a mais vendida dos últimos cinco anos, tendo atingido a marca de 563.865 exemplares.
  

Divulgação

 

“Fico lisonjeada de saber que a minha revista foi a mais vendida, mas não posaria de novo. Hoje os meus sonhos são outros. A Cleo Pires nunca posou, eu já. Tenho certeza de que o ensaio dela vai ser lindo”, disse a atriz.

 

Maitê Proença, que, assim como Flávia Alessandra, já saiu duas vezes, também está entre as que mais faturaram e é a responsável pela venda de 700 mil cópias de “Playboy”: “O segundo (ensaio) foi um ‘Deus nos acuda’, não havia tanta produção, eu estava no meio de uma rua na Sicília e, quando tirava a capa no meio da multidão, o prefeito queria me arrancar de lá”, lembra ela. Se faria um terceiro ensaio? “Já fiz e está de bom tamanho! Bom, a Dercy Gonçalves foi convidada para posar nua, será que eu entro na categoria da Dercy?”, brincou.

 

Divulgação

 

 

À espera de um novo recorde

 

Já é certo que a edição especial de Cleo Pires vai ter uma tiragem muito maior do que as regulares. O staff da "Playboy", inclusive, aposta que a atriz supere as vendas de Grazi: "A Cleo tem grande potencial para entrar entre as dez mais vendidas da história”, conta Zobaran (as mais bem sucedidas estão no patamar de 1,2 milhão de cópias, como foi a campeã de vendas, a que trazia na capa Joana Prado, a “Feiticeira”, em 1999). “E também ser a mais vendida dos últimos cinco anos”, completa o jornalista. É esperar pra ver...

 

Divulgação

 

* Colaboraram Renata Reif e Isabelle Mani




Compartilhe



Você tem mais informações? Envie para o Minha Notícia


IMPRIMIR

|

ENVIE POR EMAIL

|

ADICIONE A FAVORITOS

|

iG CELULAR


.



.

.



Contador de notícias