Apresentador de "Os Legendários" apóia a saída de Miá Mello para o Casseta & Planeta e nega que João Gordo deixará seu programa

Marcos Mion:
Claudio Augusto
Marcos Mion: "Meu programa nem de humor é, é de entretenimento que tem muito humor. O Tom (Cavalcante) é insubstituível", disse

Até agora Marcos Mion esta radiante com o título: Melhor Apresentador do Ano, concebido pelo Prêmio Quem 2011, esta semana. “Concorri com o Luciano Huck, Faustão, Serginho Groisman e Silvio Santos. Fiquei chocado e não esperava por isso mas ao mesmo tempo fiquei com um tremendo orgulhoso. Eu era a única pessoa que não era da Globo no salão”, vibrou ele durante a festa da TAM, na noite desta quarta-feira, (07), no Espaço Lodutti, em São Paulo.

Siga o iG Gente no Twitter e acompanhe todas as notícias sobre sua estrela favorita

O apresentador também mostrou-se feliz com a saída de sua recém antiga funcionária, Miá Mello , que deixou o programa "Os Legendários", da Record, para integrar no elenco do renomado programa "Casseta & Planeta", da Globo . “Você já viu em algum programa fazer uma despedida para uma artista como eu fiz? De forma alguma eu lutei contra sua saída. Fiquei muito feliz por ela até porque ela queria. Quem sou eu pra querer o mal de alguém. Quero que todos sejam felizes e sigam seus sonhos”, disse. “Tenho certeza que essa caminhada que ela tá dando está diretamente ligada ao trabalho que a gente desenvolveu com a Tina (personagem de Miá), então fico mais feliz ainda”, gabou-se.

Veja mais: “Fui muito mais do que um colega”, diz Frota sobre Joana Machado

Sobre as especulações de que João Gordo também estaria saindo da atração, Mion “bateu o pé” ao desmentir os boatos. “O João Gordo fica. Escreveram isso e não sei de onde tiraram isso. É uma inverdade”, afirmou. “O programa ficou ainda melhor com a contratação da Juju Salimeni e da Joana Machado”, contou.

Veja mais: Marcos Mion: "Ninguém me aguentaria se eu fosse 100% como na TV"

Outro grande nome que não fará mais parte do elenco da emissora é o de Tom Cavalcante , que ficará na Record até o final deste ano . Mion lamentou a saída do humorista. "É uma pena. Uma pessoa que eu admiro muito. Um cara que eu cresci assistindo e tinha o maior orgulho de ser colega dele", disse. Questionado se o seu nome e seu programa seriam os sucessores de Tom e seu programa, o apresentador descartou a possibilidade e explicou a diferença de um estilo para o outro. O “Show do Tom” já havia tido um desgaste com a emissora, ano passado, quando perdeu o horário nobre de sábado para "Os legendários" . "Eu tenho meu espaço que a gente criou e até com um tipo de humor bem diferente do dele, coisa que deixamos muito claro desde o início. Meu programa nem de humor é, é de entretenimento que tem muito humor. São coisas separadas e eu não quero tomar o lugar do Tom e nem de ninguém. Acima de tudo acho ele insubstituível. O Tom vai fazer muita falta”, falou.

Marcos Mion comanda Os Legendários na Record
Claudio Augusto
Marcos Mion comanda Os Legendários na Record

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.