Atriz também contou à revista "Contigo!" que sabe que não era boa atriz no começo da carreira

Aos 54 anso, Maitê Proença diz que não sente falta de sexo
Divulgação
Aos 54 anso, Maitê Proença diz que não sente falta de sexo
Em entrevista à revista "Contigo!", Maitê Proença diz que aos 54 anos não é frigida, mas que não sente falta de sexo. “Eu não sei se sou estranha, mas não penso nisso. Não acordo um belo dia tomada de um desejo de transar. Não é por sexo que vou me relacionar, mas, se tem, é mais divertido, é super gostoso brincar disso. Posso passar meses sem fazer ou pensar em sexo. Mas não sou frígida”. 

A atriz completa que não se sente na casa dos cinquenta e que já fez botox, o que muitas famosas não tem coragem de admitir. “Não sinto que tenha 54 anos. Não é sorte, não é de graça. Às vezes eu nado ou corro na praia. E normalmente faço pilates e musculação no Copacabana Palace, que é meu playground. E não tenho pele boa porque tenho sorte. Eu não uso creme, porque sou alérgica, só uso filtro solar. E eventualmente faço botox, bem pouco.”

Siga o iG Gente no Twitter e receba as últimas notícias dos famosos

Ainda para a publicação, que chega às bancas nesta quarta-feira (15), Maitê, que começou sua carreira em 1979 no filme “O Eterno Adeus”, de Louis Chilson , confessou que não era boa atriz. “Um ator precisa mergulhar em emoções e eu não estava preparada para isso quando fui atuar. Eu me olhava na tela e achava uma m... Eu sabia que estava aquém do que eu podia fazer, mas não me arrependo.”

LEIA TAMBÉM: Maitê Proença chega acompanhada em noite de pré-estreia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.