Com contrato assinado com a Record até o ano que vem, a Zizi de “Vidas em Jogo” fala sobre o difícil dilema de envelhecer na TV

Lucinha Lins:
Claudio Augusto
Lucinha Lins: "Estou com 58 anos, tirei gordura dos olhos, fiz plástica no pescoço, estou precisando levantar os peitos e a tendência é piorar: me aguardem"
“Senhoras e senhores: eu estou com 58 anos, peso uns 15 quilos a mais do que quando comecei, há quase 40 anos, sou avó, tirei gordura dos olhos, fiz plástica no pescoço, estou precisando levantar os peitos e a tendência é piorar: me aguardem. Eu vou ficar uma velhinha tão bonitinha, porém muito velhinha. Não vai ter jeito.” É assim que Lucinha Lins brinca com o fato de que o tempo passou desde que ela era um dos ícones de beleza de sua geração, e até posou para a Playboy, em 1984.

A Globo não me procura. Amo a emissora e não sei se algum dia volto a trabalhar lá. Tomara que sim”

Envelhecer é difícil para qualquer mulher. E como será envelhecer na televisão? “É complicado, é duro. Na televisão existe uma cobrança. Eu tenho umas frases que me acompanham e são muito cruéis: ´Você ainda continua bonita`, ou então: `A televisão te envelhece muito`. E variações sobre esse tema: `Na TV você é mais jovem, ou, mais gorda, ou mais magra, ou mais alta, ou mais baixa´. Tem dias em que eu não agrado de jeito nenhum. Já ouvi que eu era muito lindinha quando comecei. Parece que tenho 112 anos e tô à beira da morte, um bagulho acabado. Eu tenho história para contar.”


Lucinha Lins:
Claudio Augusto
Lucinha Lins: "A Globo não me procura"
CASAMENTO AOS 17 ANOS
Aos 17 anos, quando começou seu casamento de 11 anos com o cantor Ivan Lins, seu sonho era cantar. Gravou três CDs: “Lucinha Lins” (1974), “Sempre, Sempre Mais”, (1982) e, após 20 anos de pausa, lançou “Canção Brasileira, Lucinha Lins interpreta Sueli Costa” (2002). “Eu fazia parte de um mundo muito musical e jurava que ia ser cantora, mas a vida foi me levando pro lado da atriz. Oportunidades aconteceram. Que bom que eu estava esperta pra aproveitá-las”, agradece ela.

Tenho frases que me acompanham e são muito cruéis: 'Você ainda continua bonita', ou então: 'Na TV você é mais jovem'...

Uma das espertezas foi nunca se afastar totalmente da música. Acabou por incentivar a carreira artística dos dois filhos que teve com Ivan. “João é produtor cultural e Cláudio é um músico maravilhoso, além de ator. Quando tinha uns 12 anos, ele chegou em casa dizendo que tinha conseguido vaga no Tablado, uma ótima escola de teatro no Rio. Eu não sabia de nada, mas ele estava há dois anos na fila. Batalhou sozinho e conseguiu”, lembra ela, sobre o intérprete de José Guerra, protagonista da novela “Amor e Revolução”, do SBT. “Vejo de vez em quando. Acho que ele está ótimo”, coruja Lucinha.

Lucinha Lins:
Claudio Augusto
Lucinha Lins: "Música é um estado de espírito. Eu tenho música no ar que eu respiro.”

EMOÇÃO OVER
Além dos filhos homens, a atriz é mãe da jornalista e psicóloga Beatriz, do casamento de 30 anos com o ator Cláudio Tovar, e de Luciana, que considera sua filha também, mesmo sem a ter adotado formalmente. Também é avó de Tito, de 3 anos, e Lui, de 5 meses, filhos de João. “Você pensa que já teve muitas experiências emocionais na vida, aí vira avó e descobre que é uma emoção que nunca chegou perto de sentir. O filho do seu filho ou da sua filha é uma emoção over. Mudou a cor do mundo novamente para mim”, contou.

“Você pensa que já teve muitas experiências emocionais na vida, aí vira avó e descobre que é uma emoção que nunca chegou perto de sentir...

Lucinha Lins:
Claudio Augusto
Lucinha Lins: "Já ouvi que eu era muito lindinha quando comecei. Parece que tenho 112 anos e tô à beira da morte, um bagulho acabado"
Nesse momento da carreira em que vive a Zizi, de “Vidas em Jogo” , na Record, no palco a atriz reencontra a cantora no espetáculo musical “Palavra de Mulher”, dando vida a personagens femininas das músicas de Chico Buarque de Hollanda . “É um show levemente teatralizado, que mexe com as pessoas. Chico expressou o sentimento feminino como poucos”, diz ela, que divide o palco com Tânia Alves e Virgínia Rosa . O clima é de cabaré. "Música é um estado de espírito. Eu tenho música no ar que eu respiro.”

“Estou com 58 anos, tirei gordura dos olhos, fiz plástica no pescoço, estou precisando levantar os peitos e a tendência é piorar: me aguardem....

“A GLOBO NÃO ME PROCURA”
Ao mesmo tempo em que manobra o trabalho na TV e no teatro, Lucinha se dedica à família e também gosta de se envolver nos afazeres da casa. “Faço mercado, cozinho, eu gosto”, conta. “É uma loucura essa vida que escolhi. Me sinto muito querida na Record, essa personagem é um presente e tenho muita liberdade pra trabalhar. Invento muito e a emissora tem uma paciência do cão comigo”, reflete ela, que está na Record desde 2006.

Apesar de estar feliz, Lucinha verá seu contrato vencer no ano que vem e, se receber um convite para voltar à TV Globo, onde passou a maior parte de sua carreira televisiva, ela cogita voltar. “A Globo não me procura. Amo a emissora e não sei se algum dia volto a trabalhar lá. Tomara que sim. Foi lá que eu apareci. Tenho ótimas lembranças”. Atualmente, a atriz está no ar na reprise de “Roque Santeiro” (1985), exibida no canal Viva, da Globosat. “Às vezes eu assisto, adoro. No ano passado o Cláudio me deu a novela completa de presente de Natal. Dá saudade. Agora eu me vejo 30 e tantos anos atrás e aí eu me perdôo, não me acho tão ruim quanto achava na época. Eu me criticava muito.”

Apesar das críticas, das experiências boas e ruins, a atriz acredita que valeu passar por tudo. “Absolutamente não tenho arrependimento. Tá feito. Tudo teve seu tempo, seu momento, eu vivi aquilo. E quero mais.”

Lucinha Lins:
Claudio Augusto
Lucinha Lins: "Tenho frases que me acompanham e são muito cruéis: 'Você ainda continua bonita', ou então: 'Na TV você é mais jovem'"

Serviço: PALAVRA DE MULHER - O espetáculo, que tem direção de Fernando Cardoso e Roberto Monteiro , fica em cartaz até este domingo, dia 23 de outubro. Sábados às 21 horas, e domingos, às 18 horas, no Teatro Cleyde Yáconis, São Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.