Em audiência sobre o possível furto do colar, a atriz tenta provar que não roubou a joia

Lindsay Lohan
AP
Lindsay Lohan

Para uma segunda audiência sobre o possível roubo do colar, Lindsay Lohan foi ao tribunal de Los Angeles nesta quarta-feira (23), onde novamente se declarou inocente . A atriz irá a julgamento em 10 de março para provar a sua inocência. Até lá, o juiz decidiu que Lindsay passará por uma avaliação psicológica para estabelecer uma sentença definitiva para o caso. “Não me importa que você seja Lindsay Lohan”, diz o juiz Keith Schwartz que sugeriu que ela tenha um “padrinho” que a mantenha longe de confusões. No caso de ser declarada culpada, Lohan pode pegar pena de um ano por violação de sua condicional.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.