Atriz foi condenada pelo furto de um colar no começo do ano

X17
Atriz deverá iniciar trabalho dentro de uma semana

A atriz americana Lindsay Lohan terá de fazer trabalho comunitário como faxineira do necrotério de Los Angeles para cumprir pena por ter violado a sentença de liberdade condicional, informa nesta segunda-feira (25) a edição digital do jornal "Los Angeles Times".

Na sexta-feira passada, a juíza Stephanie Sautner condenou Lindsay a 120 dias de prisão e a 480 horas de serviço comunitário pelo furto de um colar em janeiro passado.

Dessas 480 horas, 360 serão realizadas em um centro comunitário de mulheres em uma das áreas mais pobres de Los Angeles e as outras 120 no necrotério.

"Sempre temos prestadores de serviço comunitário. Eles limpam e varrem", comentou Ed Winter, assistente-chefe do necrotério, onde foi realizada a autópsia do corpo do músico Michael Jackson.

A juíza do caso determinou que a polêmica atriz deverá começar o trabalho comunitário dentro de uma semana e completá-lo ao longo de um ano.

Após o veredicto, na sexta-feira, Lindsay pagou a fiança estimada em US$ 75 mil (cerca de R$ 117,8 mil). Sua advogada informou que recorreria da sentença.

Quando foi acusada do furto, a intérprete cumpria liberdade condicional por um processo iniciado em 2007, após ser detida por dirigir embriagada.

Três semanas antes do incidente na joalheria, Lindsay havia concluído o período de três meses de internação em um centro de reabilitação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.