Ator conta que ainda é assediado pelo seu personagem em "Insensato Coração", Roni, e que as pessoas pedem para ele falar "Douglas"

Leonardo Miggiorin fez sucesso na pele do animado promoter, Roni, de
TV Globo
Leonardo Miggiorin fez sucesso na pele do animado promoter, Roni, de "Insensato Coração"
Mesmo com o fim de "Insensato Coração" , Leonardo Miggiorin continua sendo assediado por onde passa por conta do sucesso de seu papel na novela, o divertido Roni. "Saio na rua e fica todo mundo pedindo para eu falar "Douglãs". Acho engraçado!", contou o ator, se referindo a um dos famosos bordões do personagem.

Leonardo Miggiorin recebe prêmio por seu papel em
Amauri Nehn e Celso Akin/AgNews
Leonardo Miggiorin recebe prêmio por seu papel em "Insensato Coração"
Em entrevista ao iG Gente , durante o Prêmio Jovem, em São Paulo, em que Leonardo faturou o troféu de Melhor Ator Coadjuvante, o ator contou que não esperava que sua interpretação iria repercurtir tanto. "No início tinha medo da rejeição, mas sou ator e é um papel somente. Depois vi que era um baita presente, me diverti muito e trabalhar com a Deborah Secco foi uma delícia", disse.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

Leonardo falou que não sofre nenhum preconceito por ter feito um gay na televisão, pelo contrário, algumas pessoas até tentam paquerá-lo. "Recebo cantadas, mas não dou abertura. Fora que as pessoas são muito respeitosas comigo", afirmou.

Perguntado se tinha medo de ficar marcado por conta deste personagem, Leonardo foi direto: "Quero mais que isso aconteça, já fiz papéis muito distintos na televisão, como o Shaolin, em "Senhora do Destino", ou o Zezinho, em "Presença de Anita", e vi que isso é normal, não tem como fugir de um personagem".

Leia Mais: Leonardo Miggiorin: ‘Acho que o grande público não quer ver um beijo gay na televisão’

Novos trabalhos e faculdade

Agora de férias da televisão, Leonardo estará na telona e nos palcos. O ator faz parte do filme "Rinha", que estreia dia 19 de outubro em cinemas de todo o Brasil e aborda o tema de lutas ilegais no país, e na peça "Equus", ao lado do ator britânico Daniel Radcliffe , famoso pela série "Harry Potter".

"Recebi o convite para esse espetáculo e fiquei muito feliz. Acredito que deva entrar em cartaz ainda esse ano, mas não há data definida", contou Miggiorin.

Além de todos esses trabalhos na atuação, Leo ainda terá uma segunda atividade: estudante. "Voltei para a faculdade de psicologia, estou no terceiro semestre. Mas espero fazer mais novelas antes de me formar", disse.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.