Modelo e transexual ela esta no Brasil especialmente para o “Prêmio Rio Sem Preconceito” e falou sobre as agressões que sofreu na rua

Lea T veio ao Brasil especialmente para participar do
Ag.News
Lea T veio ao Brasil especialmente para participar do "Prêmio Rio Sem Preconceito"
Lea T durante a primeira edição do “Prêmio Rio Sem Preconceito” , na noite dessa terca-feira (28), no teatro Oi Casa Grande, zona sul da cidade, contou sobre episódios de agressão por ser transexual e afirmou que ainda sobre com o preconceito. Siga o iG Gente no Twitter e acompanhe as notícias de sua celebridade favorita

Lea T: revelações
Ag News
Lea T: revelações
“Foi uma honra receber esse convite e vim de Paris especialmente para isso. Já sofri e sofro preconceito ate hoje. Quase fui espancada em Milao por um rapaz. Ele gritou, me xingou de prostituta e o que mais me chocou e que ninguém me acudiu”, disse ela, que pretende passar cinco dias no Brasil.

A modelo afirmou que ainda sofre discriminação mesmo após ter ganho fama mundial com a campanha da grife francesa Givenchy. “No aeroporto sofro muito preconceito. Apontam o dedo para mim. Tambem e muito difícil ter um amigo homem porque podem pensar que e algum casinho. Apesar disso, não vejo o mesmo acontecer com meninas. E no mundo da moda há quem fale que não vai usar a travesti da Givenchy”, contou Lea, uma das homenageadas da noite.

Saiba mais sobre o evento e veja as fotos da noite

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.