Filho do diretor Jayme Monjardim, ator também se preocupa que Rock in Rio seja espelho para as Olimpíadas de 2016

Jayme Matarazzo na segunda noite do Rock in Rio, no sábado (24/09)
Divulgação
Jayme Matarazzo na segunda noite do Rock in Rio, no sábado (24/09)


Não é a primeira vez que Jayme Matarazzo vai ao Rock in Rio. “Fui em 2001, quando tinha 16 anos, com os meus amigos”, disse o ator no camarote da Trident, na noite de sábado (24), segundo dia do evento, na Cidade do Rock, no Rio de Janeiro.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

Na época ele assistiu às bandas Foo Fighters, Guns'N'Roses e Red Hot Chili Peppers. “Foi bem bacana o Foo Fighters mas o Red Hot tem uma energia incrível e com imensa presença de palco”, falou o ator. Das bandas citadas pelo ator, somente o Guns'N'Roses e o Red Hot Chili Peppers se apresentarão novamente nesta edição.

Mas não só os astros que se apresentarão no Brasil tem importância para ele. “Espero que o evento seja organizado porque até a Copa vai ser um teste para as Olimpíadas de 2016”, disse.

Recentemente o ator terminou seu último trabalho, " Cordel Encantado " , em que fez o príncipe Felipe. “Fiquei muito feliz com o final. Foi surpreendente pois achei que meu personagem fosse acabar em Serafia, mas acabou como prefeito de Brogodó”, vibrou o ator.

Atualmente de férias, Jayme já tem planos, só que pessoais. “Não estou no elenco de "O Tempo e o Vento" - dirigida por seu pai, Jayme Monjardim –, mas se eu não estiver trabalhando, vou estar ao lado dele, mesmo porque, não é segredo para ninguém que eu quero explorar o lado da direção”, disse o futuro diretor.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.