Chamando a atenção pelo seu jeito animado, a socialite falou da sua vida pessoal e da possível participação em um reality show

Val Marchiori abre o jogo sobre sua vida
Beto Lima
Val Marchiori abre o jogo sobre sua vida
Hoje ela vive em um apartamento de 14 milhões de reais e odeia quando oferecem espumantes nacionais quando entra nas lojas de grifes caríssimas, mas nem sempre foi assim. Val Marchiori , apresentadora e socialite casada com o bilionário Evaldo Ulinski e conhecida por suas extravagâncias, abrilhantou a noite do evento beneficente "Sertanejo do Bem", que aconteceunesta quarta-feira (29), em São Paulo. Animadíssima, ela contou detalhes de sua vida pessoal para o iG Gente, mandou um recado para quem a considera ‘vazia’ e falou sobre seus novos projetos.

“Fui pobre, tive meu nome no Serasa”, diz ela quando perguntada o que acha das pessoas que dizem que ela é fútil. “Nem culpo as pessoas que me acham fútil, a Val não aquilo que estava escrito nas páginas de uma revista, aquela é uma maneira de interpretar o que eu falo. Quem me vê falando, dando entrevistas, percebe que não sou aquilo”, rebate.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

“Fiz questão de gravar em vários programas para mostrar que não tem nada a ver. Fui pobre, mas trabalhei, fiz a vida, não tenho nenhum problema com isso. As pessoas falam que eu sou fútil porque não me conhecem, fútil eu não sou porque dou muito valor ao meu dinheiro. Fútil é quem nunca trabalhou e fala mal dos outros”, rasga o verbo sempre com um belo sorriso no rosto

Se ser feliz está na moda, Val faz dessa frase a regra para a sua vida. “Eu acho que a gente tem tudo para ser feliz”, diz ela “Eu sou abençoada por Deus, tenho saúde, família... Nasci em uma família humilde e pobre, trabalhei, consegui, venci e não tenho do que reclamar, só a agradecer. Quando eu rezo, eu não peço nada para Deus, só agradeço”.

Bancando suas viagens, todas de primeira classe, para mostrar o mercado de luxo no programa do Amaury Jr. , na RedeTV!, Val tem pensando grande. Sondada para participar de um reality show que mostra vida de bilionários, a apresentadora pode conseguir ficar no ar em duas emissoras ao mesmo tempo.

Exposta em um Reality Show

"Real Housewives", atração que já faz muito sucesso na Europa e Estados Unidos mostrando a vida de mulheres ricas, deve ganhar sua versão brasileira através da produtora argentina Cuatro Cabezas, a mesma do "CQC", que deve emplacar o programa na Band ainda este ano. Convidada para mostrar sua rotina e seu dia dia na atração, Val faz suspense e se esquiva ao ser perguntada se já assinou o contrato.

“É muito legal porque não foge da minha vida, do meu dia dia e a Band foi muito firme querendo eu e Narcisa Tamborindeguy, então estou bem inclinada a aceitar”, diz ela deixando evidências que deve abrir as portas de seu 'palácio. “Devemos começar a gravar no dia 1º de agosto, mas não vou sair do Amaury, vou continuar na RedeTV!. Foi o Amaury que me “criou”, me colocou nesse mundo da tevê, não ter contrato de exclusividade".

E Val não pretende esconder, das lentes do novo reality, suas festas regadas a Veuve Clicquot Rosé, nem muito menos seus problemas da vida: “Esse programa não é só para expor, é para conta os seus problemas, falar de tudo um pouco, das suas opiniões de vida, o que é importante pra você... É também uma forma de mostrar para as pessoas que elas podem ser mais, que devem acreditar na vida, dar valor a vida”, explica.

“Eu não vou criar nenhum problema durante o programa, mas se surgir... Óbvio que eu vou mostrar. Um exemplo... Fui para Campos do Jordão (SP) com meu filho e ele abriu a testa jogando bola, levou sete pontos. Meu filho tem menos de quatro anos, eu sai igual uma louca, descabelada, de pijama, entrei no carro de polícia, gritando igual uma louca... Nós somos humanos, claro que temos problemas”.

A bilionária garante que ficaria mais feliz ainda de poder mostrar o outro lado da moeda. “Vou mostrar um pouco da Val mãe, mulher, que cuida da família. Tenho problemas sim, mas não faço da minha vida um problema. Vou ser eu mesma, não vou fugir do que sou”.

Val Marchiori
Beto Lima
Val Marchiori

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.