A apresentadora disse ainda que, apesar de ter três filhos, ainda não fechou a fábrica

Isabella Fiorentino contou como fez para perder o peso adquirido na gestação
AgNews
Isabella Fiorentino contou como fez para perder o peso adquirido na gestação
Isabella Fiorentino prestigiou o segundo dia de desfiles do São Paulo Fashion Week na tarde desta sexta-feira (20). A ex-modelo conversou com o iG Gente sobre maternidade e contou como fez para perder o peso adquirido na gravidez.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

“Eu amamentei, a melhor coisa para emagrecer é a amamentação. Engordei 30 kg na minha gravidez e perdi 25 kg no primeiro mês só amamentando”, contou ela. “As pessoas têm um pouco de medo do corpo não voltar, mas o corpo todo volta. É claro que precisa ter uma alimentação equilibrada. Engordei 30 kg porque tinha três crianças na minha barriga, mas sempre fui de comer muito bem”, completou ela, que se considera uma mãe de trigêmeos em tempo integral.

SAIBA TUDO SOBRE O SÃO PAULO FASHION WEEK NO IG MODA

A alimentação foi um aliado importante no emagrecimento. Isabella contou que desde a infância contou com hábitos alimentares saudáveis. “A minha mãe é macrobiótica e vegetariana, então eu cresci em uma casa mais saudável do que você pode imaginar e isso tudo eu estou vendo hoje. Mesmo depois de ter engordado 30 kg, meu corpo voltou. O segredo é ter uma vida saudável desde sempre, mas nunca é tarde para começar. E amamentação”, falou.

A apresentadora também comentou que ainda não fechou a fábrica. “Eu teria mais um filho, não penso em encerrar não. Mas quero um outro filho só mais pra frente, porque cuidar de três de uma vez dá um trabalhão”, contou ela.

Isabella também se prepara para voltar às gravações do “Esquadrão da Moda”, do SBT, com Arlindo Grund. Dentro de um mês a apresentadora vai ter que se acostumar com uma nova rotina e deixar os três filhos, Nicholas, Bernardo e Lorenzo, em casa. “Nunca vou estar preparada para deixar os meninos, sempre vai ser uma despedida, mesmo que sejam por algumas horas”, comentou. “Mas é muito duro deixar os três tão pequenininhos, tão frágeis e tão necessitados de mim. Mas a gente tem que voltar, tenho uma carreira que considero brilhante. Durante esses 20 anos sempre me dediquei e não vai ser agora que não vou voltar. É claro que vou ter que ajustar um pouco a minha rotina de trabalho, mas eu vou voltar”, completou.

Mas nem tudo são flores quando o assunto é amamentação. Isabella falou que é gratificante ver o resultado do leite materno, apesar das dores. “Estou amamentando os três, a roupa começa a apertar, o botão começa a estourar. Tem uma glamourização em amamentar, mas não é assim. É difícil, o peito dói, mas a gente precisa ter paciência. Eu posso dizer que meus filhos estão como estão graças ao leite. É difícil, mas vale a pena”, finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.