Apresentador diz que instalou cerco de boias em frente a sua casa para maricultura. Juíza diz que ele quer afastar curiosos

Após a decisão da juíza Maria de Lourdes Coutinho Tavares , da 1ª Vara Federal de Angra dos Reis, de multar Luciano Huck em R$ 40 mil por instalar boias no mar em frente à sua casa em Angra dos Reis, no Rio, o apresentador avisou que "não concorda com a decisão e seus advogados irão recorrer". A informação é da assessoria de imprensa de Huck.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

Ele alega que instalou as boias não para afastar curiosos - como entendeu a juíza - e, sim, para promover maricultura. Segundo sua assessoria, Luciano "frequenta há mais de 10 anos Angra dos Reis e apóia projetos de desenvolvimento da região".

"Ele acredita que a maricultura é uma atividade que pode ser muito desenvolvida e tem um projeto tramitando no Ministério da Pesca e Aquicultura, Marinha e já aprovado pelo Ibama." Já de acordo com a decisão judicial, o Ministério Público Federal alega na ação que a existência do cerco não tem autorização ambiental.

Luciano Huck
Claudio Augusto
Luciano Huck

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.