Hubs de Gente

enhanced by Google
 

Halle Berry

Posição no Ranking dos famosos:
Compartilhar:
  • Nome

    Halle Berry

  • Idade

    34 anos (14/08/1976)

  • Naturalidade

    Cleveland, Ohio (EUA)

  • Signo

    Leão

  • Status

    Namora Olivier Martinez

Halle Berry usou sua beleza para poder mostrar seu talento. Criada pela mãe, Halle começou como modelo. Ficou em segundo no Miss USA e em sexto no Miss Mundo. O reconhecimento como atriz veio ao interpretar uma viciada em crack em um filme de Spike Lee. Chegou ao topo ao ganhar o Oscar de Melhor Atriz por ¿A Última Ceia¿. Halle, uma das mulheres mais bem-pagas de Hollywood, namora o ator Olivier Martinez e luta pela guarda da filha.

Ler biografia completa

FAMOSOS RELACIONADOS

  • null
  • null
  • null
  • null
  • null
  • null

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Todas as notícias

Halle Berry no Twitter

Siga o Twitter do iG Gente

Biografia completa de Halle Berry

BIOGRAFIA

Maria Halle Berry nasceu em Cleveland, nos Estados Unidos, no dia 14/08/1961. Sua mãe, Judith Ann, era enfermeira no mesmo hospital psiquiátrico que seu pai, Jesse Berry, que trabalhava como recepcionista. O casal divorciou-se quando ela tinha quatro anos, cabendo à mãe criar Halle e sua irmã mais velha, Heidi. Em entrevistas, Halle diz que nunca mais soube do pai desde então. “Talvez ele não esteja vivo”.

Filhas de mãe branca e pai negro, Halle e sua irmã enfrentaram muito preconceito ao crescerem em um bairro de brancos. Em busca de auto-afirmação na escola, Halle trabalhava no jornal do colégio, era líder da classe e do grupo de cheerleaders. “Fazer todas essas coisas me dava uma sensação de fortalecimento”, disse a atriz em entrevista à revista “Ebony”.

Em 1984, Halle foi eleita a Rainha do Baile de formatura da escola, ao vencer uma menina loira de olhos azuis. Mas a atriz e seus amigos foram acusados de fraude na votação. O impasse foi resolvido no cara-ou-coroa, e ela venceu novamente. Ela sentia ter sido aceita na escola até essa ocasião. “Levou um bom tempo até eu superar isso”, disse à “People”.

Após terminar o colégio, seu então namorado a inscreveu em seu primeiro concurso de beleza. Halle foi eleita Miss Teen All-American e Miss Ohio. Ficou em segunda no Miss USA e em sexta no Miss Mundo. Halle via a carreira de modelo como o caminho a seguir para tornar-se artista. Ela se formou em jornalismo, mas nunca exerceu a profissão.

O plano funcionou e, em 1989, Halle conseguiu seu primeiro papel como atriz. Ela interpretou uma modelo na série “Living Dolls”, cancelada após 13 capítulos. Durante as gravações, a atriz desmaia, chega a entrar em coma e descobre ter diabetes tipo 1.

Ela fez algumas participações em séries antes de conseguir seu primeiro papel no cinema. Em “Jungle Fever” (1991), de Spike Lee, ela interpreta uma viciada em crack. Halle ficou dias sem tomar banho para compor seu personagem. O esforço foi recompensado – sua atuação foi elogiada e as portas de Hollywood começaram a se abrir para ela.

No ano seguinte, Halle é eleita uma das 50 mulheres mais bonitas do mundo pela revista “People” - ela fará parte dessa lista ao menos 11 vezes. Várias outras publicações também a elegerão como a “mais sexy” ao longo de sua carreira.

Apesar da boa atuação no filme de Spike Lee, Halle passou por um período atuando como atriz coadjuvante, como em “Os Flinstones” (1994), e em filmes que não lhe renderam grandes elogios. A oportunidade de mostrar o talento vem em 1999, ao interpretar a atriz negra Dorothy Dandridge no filme para a TV “Dorothy Dandridge – O Brilho de Uma Estrela”. A atuação foi reconhecida com o Emmy e o Globo de Ouro de Melhor Atriz.

Na sequência, Halle fez a heroína Tempestade no blockbuster “X-Men”. O filme virou uma trilogia, e a atriz voltou ao papel de Tempestade nos outros dois.

Em 2002, a atriz chegou ao topo ao tornar-se a primeira negra a receber o Oscar de melhor atriz por sua atuação em “A Última Ceia”. No longa, ela interpreta a mulher de um presidiário no corredor da morte e faz uma tórrida cena de sexo com o personagem racista de Billy Bob Thornton. “Esse momento é muito maior que eu”, disse Halle, às lágrimas, ao ganhar o prêmio. “Ele é para cada mulher de cor sem nome que agora tem uma chance.” No mesmo ano, Denzel Washington levou o Oscar de melhor ator.

Em seguida, Halle assume o papel de Bond girl no blockbuster “007 – Um Novo Dia Para Morrer” (2002). Durante as filmagens, um estilhaço de granada feriu a atriz no olho. No filme seguinte, “Gothika”, Robert Downey Jr. quebrou o braço de Halle acidentalmente e as gravações foram suspensas por dois meses.

Na cerimônia do Oscar de 2003, Halle foi surpreendia ao entregar o prêmio de melhor ator: o vencedor, Adrien Brody, em vez de cumprimentá-la com um beijinho na bochecha, lhe roubou um beijo na boca em pleno palco.

Halle é uma das atrizes mais bem-pagas de Hollywood, tem uma estatueta na prateleira e muito jogo de cintura. Em 2005, tornou-se a primeira mulher a ir receber pessoalmente o prêmio Golden Raspberry de pior atriz, por sua atuação em “Mulher-Gato”. “Eu nunca na minha vida pensei que estaria aqui, mas obrigado”, declarou Halle na cerimônia, com o prêmio em uma mão e a estatueta do Oscar na outra. “Quando eu era criança, minha mãe dizia que, se você não sabe ser uma boa perdedora, então nunca saberá ser uma boa vencedora.”

E Halle continua no topo. Em 2007, foi homenageada com uma estrela na calçada da fama, em Los Angeles. Aos 41 anos, logo após dar luz à filha de seu então namorado, nove anos mais jovem, ela foi eleita pela revista “Esquire” como a mulher mais sexy da atualidade.

Em 2011, Halle está gravando o longa “New Year’s Eve”, mesmo ano em que deve ser lançado “Dark Tide”, também com a atriz. Atualmente, ela não só atua, mas também trabalha como produtora em diversos filmes. Ela continua como garota-propaganda da Revlon e da Versace e tem sua própria linha de perfumes.

<span>Halle Berry e a filha Nahla; a atriz briga na Justiça para evitar a guarda compartilhada da filha</span> - <strong>Foto: X17</strong> <span>Halle Berry e Olivier Martinez; o namoro começou no set de filmagem</span> - <strong>Foto: GettyImages</strong> <span>Gabriel Aubry e Halle Berry nos tempos de casados</span> - <strong>Foto: GettyImages</strong> <span>Halle se emocionou ao ganhar o Oscar, em 2002</span> - <strong>Foto: </strong> <span>Logo após dar à luz, Halle foi eleita a mulher mais sexy da atualidade pela ´´Esquire`` </span> - <strong>Foto: Reprodução</strong> <span>Halle Berry em ´´Um Novo Dia para Morrer``  (2002)</span> - <strong>Foto: Reuters</strong>

Halle conseguiu construir uma sólida e estável carreira no cinema. Porém, sua vida afetiva segue cheia de altos e baixos. Assim como sua mãe, a atriz também foi vítima de agressão doméstica. No início dos anos 1990, a atriz perdeu 80% da audição de um ouvido ao ser agredida por seu então namorado.

Em 1993, Halle casou-se com o jogador de baseball David Justice, mas, depois de quatro anos, o casal pediu o divórcio.

A atriz geralmente aparece nos tablóides por conta de seus relacionamentos conturbados. No entanto, em 2000, ela causou o furor da imprensa por outro motivo: atravessou um farol vermelho, bateu em outro carro e fugiu do local do acidente. A atriz cortou a cabeça e teve de tomar 20 pontos. Ela foi processada, pagou US$ 13 mil de multa e prestou serviço comunitário.

Em 2001, Halle casou-se pela segunda vez com o cantor Eric Benét. A atriz se apaixonou e praticamente adotou a filha de Benét, India. “Ele tem uma alma muito boa, gentil e sensível”, disse Halle sobre o cantor à “Vogue”. Sobre a menina, afirmava que era como se fosse sua própria filha. “Ela me chama de mamãe.”

Porém, o clima de romance durou pouco. No ano seguinte, Benét foi para uma clínica de habilitação para tratar de seu assumido vício em sexo e infidelidade. Halle esforçou-se para manter a união. No entanto, pouco depois de o casal comemorar um ano da recuperação de Benét, a atriz anunciou a separação. “Eric e eu temos problemas conjugais há algum tempo e tentamos resolvê-los”, disse através de nota à época. “No entanto, neste momento, sinto que precisamos nos separar para reavaliarmos nossa união.”

Aos 40 anos, Halle começou a namorar o modelo Gabriel Aubry, nove anos mais jovem. Um ano depois, ela anunciou que finalmente estava grávida, após dezenas de tentativas. Em 2008, nasce Nahla Ariela Aubry. Halle diz que a maternidade “é a coisa mais importante que podemos fazer como mulher”.

Porém, junto com a maternidade, a atriz se viu novamente em um drama pessoal. Em 2010, o casal se separou e,com o divórcio, teve início uma batalha pela guarda de Nahla. Aubry quer a guarda compartilhada, enquanto Halle diz ter “sérias preocupações” com o bem-estar de sua filha sob os cuidados do pai.

Em meio à novela judicial em torno da filha, a atriz engatou em um novo romance, com o ator Olivier Martinez, colega de set nas gravações de “Dark Tide”.

Filmes

1991 – Febre da Selva (Vivian)
1991 – Investimento Arriscado (Natalie)
1991 – O Último Boy Scout (Cory)
1992 – Boomerang (Angela)
1993 – Um Pai Fujão (Kathleen Mercer)
1993 – The Program (Autumn Hailey)
1994 – The Flinstones (Sharon Stone)
1995 – Solomon & Sheeba (Nikhaule/Queen Sheeba)
1995 – O Destino de uma Vida (Khaila Richards)
1996 – Executive Decision (Jean)
1996 – Corrida Rumo ao Sol (Miss Sandra Beecher)
1996 - The Rich Man’s Wife (Josie Potenza)
1997 - B*A*P*S (Nisi)
1998 – The Wedding (Shelby Coles)
1998 – Politicamente Incorreto (Nina)
1998 – Why Do Fools Fall In Love (Zola Taylor)
1999 – Dorothy Dandridge – O Brilho de Uma Estrela (Dorothy Dandridge)
2000 – X-Men – O Filme (Ororo Munroe/Storm)
2001 – A Senha – Swordfish (Ginger Knowles)
2001 – A Última Ceia (Leticia Musgrove)
2002 – 007 – Um Novo Dia para Morrer (Jinx Johnson)
2003 - X-Men 2 (Ororo Munroe/Storm)
2003 – Na Companhia do Medo (Miranda Grey)
2004 – Mulher-Gato (Patience Philips/Mulher-gato)
2005 – Their Eyes Were Watching God (Janie Starks)
2005 – Robôs (Cappy – voz)
2006 - X-Men – O Confronto Final (Ororo Munroe/Storm)
2007 – A Estranha Perfeita (Rowena Price)
2007 – Coisas que Perdemos pelo Caminho (Audrey Burke)
2010 - Frankie & Alice (Frankie)
2011 - Dark Tide (Kate Mathieson)

Programas e séries de TV

1989 – Living Dolls (Emily Franklin)
1991 - Amen (Claire)
1991 – A Different World (Jaclyn)
1991 – They Came From the Outer Space (Rene)
1991/92 – Knots Landing (Debbie Porter)
1993 – Queen (Queen)

Prêmios

1999 - Globo de Ouro de melhor atriz por “Dorothy Dandridge – O Brilho de Uma Estrela
1999 – Emmy de melhor atriz por "Dorothy Dandridge – O Brilho de Uma Estrela"
2002 – Oscar de melhor atriz por “A Última Ceia”
2002 – Urso de Ouro de Melhor Atriz por “A Última Ceia”
2004 – Golden Raspberry de Pior Atriz por “Mulher-Gato”
 

Ver de novo