Os vilões Norma e Leo de “Insensato Coração” são escolhidos os melhores do ano pela Associação Paulista dos Críticas de Artes

Gabriel Braga Nunes e Glória Pires: destaque para os vilões Leo e Norma
Orlando Oliveira/AgNews
Gabriel Braga Nunes e Glória Pires: destaque para os vilões Leo e Norma

Na noite desta terça-feira (13), uma dupla que marcou a televisão brasileira em 2011 se encontrou em São Paulo. Gloria Pires e Gabriel Braga Nunes , os grandes vilões da novela das nove da Rede Globo “Insensato Coração”, de 2011, foram homenageados na 56º cerimônia de premiação da Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA), no Sesc Pinheiros, em São Paulo.

Siga o iG Gente no Twitter e acompanhe todas as notícias sobre sua estrela favorita

Glória Pires dedica o prêmio à família
Orlando Oliveira/AgNews
Glória Pires dedica o prêmio à família
Superaplaudida pela plateia repleta de atores de teatro, jornalistas de televisão e rádio, produtores e músicos, entre eles Cauby Peixoto , eleito o melhor cantor do ano, Gloria agradeceu o reconhecimento e dedicou o troféu aos autores da trama, Gilberto Braga e Ricardo Linhares, e à família. “Quero principalmente agradecer ao Orlando e aos meus filhos Antonia, Ana, Bento e Cleo. Porque no fim das contas são eles que seguram a peteca quando fico horas me dedicando ao trabalho”.

Veja também: Mesmo doente, Astrid Fontenelle vai à premiação em São Paulo

Acompanhada por uma amiga, Gloria evitou falar com a imprensa, mas foi pega de surpresa pelo repórter Felipe Andreoli , do “CQC”, que insistiu em entrevistá-la. Uma das divertidas perguntas foi em relação ao ex-marido, o cantor Fábio Jr . “Quem é o seu cantor favorito, o Fábio ou o Orlando?”, disse o integrante do programa da Band. Abrindo um sorriso, ela foi enfática: “ Orlando Morais ”.

Gabriel chegou ao evento depois do início da cerimônia, que teve como mestres-de-cerimônia os atores Tuca Andrada e Márcia Cabrita . O ator, no ar como Carlos em “Amor Eterno Amor”, disse estar muito feliz com o prêmio e afirmou que o sucesso de seu personagem foi “resultado de um trabalho coletivo”. “Houve muita química de toda a produção. Enxergo que foi um grande momento na minha carreira, mas tivemos uma direção muito segura, um texto estruturado, uma produção organizada e um elenco muito gostoso de se trabalhar”, disse.

A APCA premiou também artistas da arquitetura, da dança, música popular e erudita, teatro e rádio, entre outros.

Gabriel Braga Nunes
Orlando Oliveira/AgNews
Gabriel Braga Nunes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.