Repórter especial do "Globo Repórter" esteve vinte anos no "Fantástico", hoje de Renata Ceribelli, e que já foi de Patrícia Poeta

Glória Maria realizada.
Claudio Augusto
Glória Maria realizada. "Me sinto uma mulher na sua essência e plenitude"

Pode-se dizer que Glória Maria é uma mulher completa. “Eu me sinto uma mulher na sua essência e plenitude. Acho que estou num momento em que as mulheres gostariam de estar: tenho duas filhas, um trabalho que me realiza, qualidade de vida, família e amigos”, disse ela na inauguração do atelier de Sandro Barros , na noite desta quinta-feira (08), em São Paulo.

Siga o iG Gente no Twitter e acompanhe todas as notícias sobre sua estrela favorita

As recentes palavras se devem desde a época em que passou a integrar a equipe, como repórter especial, do "Globo Repórter", em 2010. O atual trabalho lhe dá liberdade e tempo para acompanhar a evolução das filhas adotivas: Maria e Laura , 4 e 3 respectivamente. “Acabei de voltar dos Emirados Árabes fazendo dois programas em vinte oito dias. Eu amo fazer o programa porque tenho mais tempo, faço um programa de uma hora, depois fico dois meses e meio editando e produzindo outro até eu viajar novamente”, disse. “Tenho mais tempo pra me dedicar as minhas filhas, conviver com elas. É a única coisa que me interessa é ter tempo pras minhas nenéns”, completou.

Glória Maria vibra com
Claudio Augusto
Glória Maria vibra com "Globo Repórter": "É um trabalho que me permite ter tempo com minhas filhas, Maria e Laura. Única coisa que me interessa"
Antigamente, o discurso era outro. Por quase nove anos Glória Maria permaneceu no comando do “Fantástico” e entre 2007 e 2009 tirou licença para repensar a vida. Antes de volta a ativa se tornou mãe. “Estava realmente muito cansada, infeliz , tendo que trabalhar todo final de semana e eu não aguentava mais não ter vida”, lembrou. “Tenho o maior carinho pelo programa e o acho maravilhoso”, afirmou.

Mas quem pensa que Glória continua a acompanhar a evolução e mudança da atração na qual dedicou parte de sua vida, engana-se. “Do fundo da minha alma quando eu saí do Fantástico eu nunca mais vi o programa. Domingo e sábado passaram a serem dias sagrados: ou estou viajando ou com minhas filhas. Nunca mais vi o Fantástico mas adoraria ver”, contou.

Após sua saída de um dos programas mais antigos da emissora, duas apresentadoras assumiram o seu lugar: Patrícia Poeta , que deixou a atração para comandar o "Jornal Nacional", no ano passado, e Renata Ceribelli , atual apresentadora. “Eu nem posso dizer nada sobre elas porque não tenho a menor idéia dos dois trabalhos já que eu nunca mais vi”, falou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.