Já Caio Blat partiu em defesa do ator: "A forma como ele se colocou foi perfeita. Ele não representa ameaça a ninguém", disparou o ator

Nos últimos dias, o nome de José Mayer estampou os noticiários  após  Susllem Meneguzzi Tonani , uma figurinista na Rede Globo , acusar o ator de assédio sexual. Através do blog #AgoraÉQueSãoElas, do jornal Folha de São Paulo , a funcionária relatou com detalhes tudo o que passou. Segundo ela, o Tião de "A Lei do Amor", chegou a tocá-la e lhe chamar de "vaca".

Leia também: Figurinista da Globo dá detalhes de suposto assédio sexual de José Mayer

José Mayer foi acusado de assédio por uma figurinista da Globo e assumiu o erro
Jorge Rodrigues Jorge/CZN
José Mayer foi acusado de assédio por uma figurinista da Globo e assumiu o erro


O caso tomou grandes proporções e voltou a repercutir quando José Mayer escreveu uma carta aberta onde assume o assédio e pede desculpas à Susllem e a todos que ele ofendeu. O ator admitiu sua postura machista e disse que errou. "Errei no que fiz, no que falei, e no que pensava".

Leia também: José Mayer admite assédio sexual, pede desculpas e diz que vai mudar

A Rede Globo também se manifestou e por meio de uma nota enviada à imprensa, informou o afastamento do ator por tempo indeterminado e se desculpou com Susllen pelo ocorrido. O que a emissora não conseguiu impedir foi que as diversas celebridades fizessem comentários de repudio nas redes sociais a atitude do global.

Diversas personalidades usaram a internet para compartilhar uma foto com a frase "Mexeu com uma, mexeu com todas", entre elas, Leandra Leal, Luciano Huck, Evaristo Costa, Alinne Morais, Taís Araújo entre outras.

Alice Wegmann, que atuou com José Mayer em
Divulgação/Instagram
Alice Wegmann, que atuou com José Mayer em "A Lei da Vida", utilizou suas redes sociais para apoiar o movimento contra o assédio


Veja algumas das manifestações entre os famosos:

no domingo passado, estive reunida com algumas das mulheres que mais admiro para discutir um assunto importantíssimo que ainda é, infelizmente, muito recorrente no nosso país. o assédio, moral e sexual, merece um basta - e já! ele não pode mais ser "normal". precisamos inventar um "novo normal"; sem constrangimento, piadinhas e sem abuso de poder. é pra frente que se olha, de mãos dadas com o coletivo, com toda a empatia e sororidade. juntas, somos mais potentes, mais seguras, corajosas e confiantes. esse movimento não é sobre um caso só. nosso propósito vai muito além. denuncie, fale com o seu superior, com amigas que você confia; procure o RH, não se cale!!! mulherada, os tempos mudaram! agora é assim: MEXEU COM UMA, MEXEU COM TODAS!!! #mexeucomumamexeucomtodas #chegadeassédio

A post shared by Alice Wegmann (@alice.weg) on



💪🏼🌻

A post shared by Priscila Fantin (@pri.fantin) on

















Mais respeito por elas SIM!!! #MexeuComUmaMexeuComTodas #ChegadeAssedio‼️

A post shared by Arthur Aguiar (@arthuraguiar) on




















Letícia Sabatella sempre se posicionou publicamente contra o machismo, inclusive usou as redes sociais para falar sobre José Mayer quando Susllem escreveu a carta. "José Mayer não se emenda, hein?" escreveu ela, mas após toda a repercussão, ela soltou o verbo e amenizou toda a situação para o jornal Extra.

"Uma cultura que precisa ser transformada urgentemente. Através de alertas como este. Esclarecimento, reavaliação, pedido de desculpas, punições necessárias. Precisamos de uma mudança de olhar.Vigiar o ego sobre a sensação de superioridade sobre o outro. Quando sentimos medo ou desconforto , não produzimos tão bem, não conseguimos criar tão bem, somos podados em nossa espontaneidade e na nossa criatividade”, iniciou ela.

Ela ainda completou e finalizou. "Basta de opressão. Basta de humilhação. Somos colegas de trabalho, somos amigos, somos parceiros, muitas vezes irmãos, parentes próximos, vizinhos. Não há nenhum ‘monstro’ e nenhuma ‘louca’. São nossas irmãs, são nossos irmãos. Precisamos nos aprimorar como sociedade e a diferença de gêneros seja a única diferença. Temos desejos, temos necessidades e capacidade comuns e incomuns independente de gênero. Respeitemo-nos. No mais Amor, Justiça e Paz!”.

Leia também: Famosos reagem a assédio de José Mayer à figurinista

Mexeu com uma, mexeu com todas?

Através de seu Instagram, Luana Piovani falou sobre a campanha criada pelas mulheres. "Quando mexeram comigo, não mexeram com mais ninguém, fiquei sozinha no barco afundado". A atriz ainda falou que é muito importante que o tema seja discutido, que espera que isso não seja mais uma moda e sim o início de uma nova era e ainda parabenizou Susllem.

Defesa de José Mayer

Se inúmeras personalidades partiram para o ataque contra o ator global, Caio Blat defendeu Mayer em resposta a repórter do site Glamurama. Ele não concorda com o afastamento do ator e elogiou sua declaração.

"A declaração que ele  (José Mayer) deu hoje foi brilhante. A forma como ele se colocou foi perfeita. Ele não representa ameaça a ninguém. Fez uma brincadeira fora de tom, e na presença de outras pessoas. Não houve intimidação”, afirmou ele, que fiz que sua mulher, Maria Ribeiro, passa por isso diversas vezes. "Ainda faz parte da nossa cultura. Ainda mais quando existe uma relação hierárquica. Existe essa tomada de consciência e a mobilização de hoje foi importante. Uma brincadeira que talvez as pessoas estejam acostumadas porque sempre foi assim. A campanha foi muito legal, todo mundo se engajando. Existe essa questão de outras gerações”, completou.

Tico Santa Cruz também usou as redes sociais para defender José Mayer. "O pedido de desculpas do ator José Mayer também merece ser compartilhado. Se estiver sendo sincero, melhor ainda, mas de qualquer forma ensina uma lição a todos NÓS homens!". 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.