Apresentador vibra com o quadro "Dança dos Famosos" e revela o sucesso de seu programa, há 22 anos no ar

Fausto Silva tem um dos maiores salários entre os apresentadores de tv e, seu programa, o "Domingão do Faustão", já está há 22 anos na televisão brasileira. Para ele, alguns dos segredos para se manter tanto tempo no ar são integridade e naturalidade. "Quando você perde a naturalidade, a franqueza e a sinceridade, você não está perdendo só a questão do público e o sucesso, você perde a sua identidade", afirmou o apresentador durante o seminário Storytellers, desta quinta-feira (9), no WTC Sheraton, em São Paulo.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

Os convidados Ingrid Guimarães, Thiago Lacerda e Carlinhos Brown com o apresentador Faustão
Celso Akin/AgNews
Os convidados Ingrid Guimarães, Thiago Lacerda e Carlinhos Brown com o apresentador Faustão

Ao lado de seus convidados Thiago Lacerda , Ingrid Guimarãe s e Carlinhos Brown , - que contaram o processo de criação de um texto, de um personagem e de uma música -, Faustão falou sobre o sucesso de mais de duas décadas no ar com o seu programa dominical. “Sempre falo para todo mundo: é preciso uma insatisfação permanente e a renovação constante. O público é cada vez mais exigente, cada vez mais você tem opções para ele. Então, você tem que estar sempre ligado, não só nas tendências, mas também em como descobrir coisas que o público vai gostar", ensinou Faustão. Para ele, o busca pelo novo também precisa seguir a personalidade de quem apresenta.

Mas tantos anos fazendo a mesma coisa e no mesmo lugar não enjoa? “Eu não tenho o direito de pensar isso nem por um segundo, porque sei que tem milhões e milhões de pessoas que curtem meu trabalho e me respeitam. Além disso, tenho filho pequeno, pilha de carnê para pagar. Preciso e gosto de fazer isso. Acima de tudo, você precisa ter paixão no que se faz".

Dança dos Famosos

Fausto Silva
Celso Akin/AgNews
Fausto Silva
O quadro "Dança dos Famosos" está em sua oitava edição e já provou modificar a vida de quem participa e de quem assiste. Mas antes do quadro virar um dos maiores destaques da atração dominical, Faustão conta que precisou de mais de um ano para convencer a produção de que seria bacana investir na dança. “É muito curioso porque as pessoas têm cada vez mais interesse. A dança envolve todas as classes, todas as idades e, ultimamente, o que a gente vem observando é que ela ajuda o homem a perder aquela coisa de macheza e acaba soltando a franga, dançando e curtindo. Até porque noventa por cento das mulheres gostam de caras que sabem dançar", aponta o apresentador.

Fã do quadro, Faustão confessou que não leva jeito para a dança, mas afirma que a música faz parte da sua vida. "Trabalhei em rádio (desde os quinze anos) no interior e, para isso, precisa ter um gosto bem variado. É que nem gordinho em sorveteria: quanto mais variedade, melhor", confessou ele, que é apaixonado por rock.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.