Jennifer O'Neill acusa a estrela de não a remunerar com hora extra e de tratá-la desumanamente

Jennifer O'Neill e Lady Gaga enquanto as duas trabalhavam juntas: questões judiciais
WireImage
Jennifer O'Neill e Lady Gaga enquanto as duas trabalhavam juntas: questões judiciais
Nem tudo vai às mil maravilhas no mundo fantástico criado por Lady Gaga . Pelo menos é o que insiste Jennifer O’Neill, empregada pela cantora como assistente particular durante treze meses da turnê “Monster Ball”, em 2010, e que agora a processa por falta de pagamento e exploração. De acordo com O’Neill, Gaga está deve R$703 mil a ex-funcionária pelo equivalente a 7,168 de horas extras, diz a reportagem do jornal norte-americano “New York Post”.

Siga o Twitter do iG Gente

O’Neill alega que teve atender a demandas nada razoáveis da cantora, como servir comida a ela em horários imprevisíveis, inclusive de madrugada, ficar disponível a qualquer hora “para qualquer tipo de coisa”, como segurar a toalha de seu banho até que ela acabasse, dizem os papeis legais. Ela também diz que não tinha direito a pausas para almoços “ou até mesmo para dormir”.

O’Neill recebia R$138,75 mil por ano, e entrou com o processo na justiça na semana passada contra a empresa da superstar, Mermaid Touring.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.