O ator recém separado afirma que não tem tempo para namorar e que a prioridade é o trabalho

Daniel Boaventura: livre, leve e solto
Claudio Augusto
Daniel Boaventura: livre, leve e solto
Natural de Salvador, Daniel Boaventura revela que não é muito chegado à folia. “Apesar de baiano, não sou muito chegado à Carnaval”, afirmou ele, que nesta sexta-feira (25) esteve pela primeira vez no Baile da Vogue, que este ano foi realizado no hotel Unique, em São Paulo. Sem fazer média, ele disparou: “Acho lindo, mas eu tenho preguiça. O problema do baiano é esse, ter preguiça”, diz ele, que, possivelmente irá ao camarote da Brahma no Rio. O ator contou ao iG Gente que é caseiro e “low profile”. 

Os três meses no ar em “Passione” renderam para sua carreira uma abrangência muito grande. “Muita gente me viu em pouco tempo”, afirma. Seu personagem teve força e cresceu rápido. “Não posso tirar o mérito do Silvio de Abreu por ter escrito um personagem tão bem edificado. Foi um divisor de águas na minha carreira. Além de ter aproveitado o ensejo e ter tido a idéia de criar um CD. Eu uni o útil ao agradável”.

Na carreira musical, ele começou como cantor há 20 anos com uma banda de R&B e rock. “Uma coisa soma a outra e não consigo me desvencilhar disso”. Depois vieram os musicais em Salvador, em 1994, até sua primeira peça “Company”, de estrutura tipo Broadway, no Rio. E desde então ele não parou, vieram: “A Bela e a Fera”, “Chicago”, “Victor ou Vitória”, “My Fair Lady”. E agora, "Evita".

Daniel Boaventura
Claudio Augusto
Daniel Boaventura

“Estou feliz solteiro e meu foco é meu trabalho”, conta ele que está separado há três meses de Juliana Serbeto , com quem teve duas filhas e um casamento de 12 anos. Ele afirma que não dá tempo de namorar. “Para se ter idéia do meu cronograma de ensaio, a gente entra às 8h e sai às 23h. Além disso, tem os shows do meu segundo CD italiano. Não dá tempo!”

Daniel está integralmente dedicado ao espetáculo e aos shows . Ele continua contratado da Globo, mas não tem projetos na televisão. “Meu nome é trabalho. Acabei de gravar “Passione” no dia 15 e no dia 17, já estava ensaiando”. Só sobra tempo para suas duas pequenas, Joana ainda bebê e Isabela de 7 anos, que o enchem de alegria. “São as minhas fofas”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.