Marcello Novaes, Eduardo Galvão e Marcelo Farias, fizeram questão de prestigiar o espetáculo do amigo, recuperado do câncer no fígado

A energia positiva de Duda Ribeiro é contagiante. Recuperado da cirurgia de transplante de fígado, que aconteceu em janeiro, o ator esbanja alegria e disposição. Sua saúde foi brindada de forma muito especial: no palco, que ele tanto gosta, e na companhia de amigos queridos, que assistiram à apresentação do stand-up comedy “O Enviado – Observando Geral”.

O seu renascimento, como ele mesmo intitula, aconteceu na noite dessa quarta-feira (04), no palco do tradicional Hipódromo Bar, no Baixo-Gávea, zona Sul do Rio. “O prazer de estar vivo é muito especial”, declara Duda. Ele conta que hoje, já não fica mais aborrecido à toa, que se preocupa apenas com o que faz sentido. “Não falo que o que aconteceu comigo foi uma doença. Chamo de purificação”, filosofa.

Duda já recuperou 18 quilos dos 20 perdidos, e aos poucos, sua vida está voltando ao normal. Ele compara a sensação de recuperar a saúde, a mesma percepção que se tem após um assalto. “Quando você é assaltado, você só começa a tremer depois que o bandido foi embora. Na hora é tudo um susto. Pra mim, o sucesso do transplante também é assim. Agora que estou colocando a vida no lugar”, descreve.

Ele brinca que continua vivo porque não tinha terminado sua missão na Terra. “Recebi a missão de descer à Terra, para falar besteira, para fazer as pessoas sorrirem”, brinca, e justifica que por isso o nome do espetáculo é “O Enviado”.

As crônicas que Duda apresenta falam dos aspectos simples do cotidiano de todo mundo. Piadista nato, Duda vê humor em todas as situações, e nunca desiste do que deseja. “Meu avô sempre ensinou que temos que visualizar nossos sonhos, tudo com muito detalhe. Sempre faço isso. E fiz concentrando na minha saúde, e deu certo. Me via surfando, andando de bicicleta, feliz”, afirma.

Entre os amigos que compareceram ao espetáculo estavam Marcello Novaes , Nelson Freitas , Eduardo Galvão e Marcelo Farias . “Vim para rir muito com ele. Seu talento é excepcional. Ainda quero comemorar seus 90 anos”, fala Eduardo Galvão . O ator que interpreta o advogado Wagner, em “Insensato Coração”, revela que torce para que Natalie (vivida por Déborah Secco) fique com ele. “O Wagner gosta muito da Natalie. O que pesa aí é que o Cortez é seu principal cliente”, garante.

A noite terminou com Duda Ribeiro aplaudido e com a casa lotada. “A vida é perigosa, mas dá pra gente se divertir”, afirma, com conhecimento de causa. O ator encerra o espetáculo falando da importância de duas letras: “D”, de Duda, Doador e Doação; e com a letra “C”, de Comunhão, Celebração e Comemoração. Ele faz questão de incentivar a doação de órgãos, e agradeceu a família do seu doador. O renascido ator, ainda pode contar com a presença do médico responsável pela sua cirurgia, Eduardo Fernandes .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.