Médico particular de Michael Jackson foi condenado por homicídio involuntário e a pena sai nesta terça-feira (29)

Conrad Murray e o advogado J. Michael Flanagan
Getty Images
Conrad Murray e o advogado J. Michael Flanagan
A sentença do tempo de prisão de Dr. Conrad Murray , que foi condenado por homicídio involuntário no caso da morte de Michael Jackson , acontece nesta terça-feira (29). O médico particular do músico pode pegar uma pena de até 4 anos de prisão, mas de acordo com informações do site “TMZ”, juízes, advogados e promotores acreditam que ele não pega a pena máxima.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

O site atenta para a mudança de uma lei no estado da Califórnia, nos Estados Unisdos, sobre criminosos não violentos, pode beneficiar Dr. Conrad, uma vez que qualquer que seja o tempo de prisão para o qual ele for condenado, a sentença automaticamente cai pela metade.

Michael Jackson morreu no dia 25 de junho de 2009 e o julgamento para investigar a culpa de Dr. Conrad na morte do cantor começou no dia 07 de novembro deste ano na Corte Superior do condado de Los Angeles e durou quase dois meses. O juiz Michael Pastor é o responsável em anunciar nesta terça-feira (28) a pena ao médico.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.