Roqueiro chamou cantor de pedófilo e teve a participação no show-homenagem, que vai reunir Aguilera e Cee Lo Green, cancelada

Michael Jackson e banda Kiss
Getty Images/Reuters
Michael Jackson e banda Kiss
Após declaração pejorativa do cantor Gene Simmons a Michael Jackson , a banda Kiss foi retirada da lista dos músicos que vão prestar homenagem ao rei do pop no dia 8 de outubro, no estádio Millennium, em Cardiff. De acordo com o jornal “Daily Mail”, o Kiss não fará mais parte do line-up do 'Tributo a Michael' pois as declarações que Gene deu à revista “Classic Rock”, em dezembro do ano passado, são caluniosas e não agradaram os fãs do astro. Na ocasião Gene chamou Michael de pedófilo.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

Após a confusão e desapontamento da família e de milhares de fãs, a produção do evento notificou que a banda não faria mais parte dessa festa e se desculpou em comunicado oficial. “Oferecemos nossas mais sinceras desculpas à senhora Jackson, à sua família e para todos seus fãs. A nossa principal preocupação deve ser a de fazer justiça à memória de Michael e de fazer uma homenagem que a família e os fãs se alegrem”, revelou Chris Hunt , presidente do Global Live Events. Os integrantes da banda não se manifestaram.

Ainda fazem parte do line-up do Tributo a Michael Jackson: Smokey Robinson , Christina Aguilera , Leona Lewis , Cee Lo Green , entre outros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.