Em entrevista por telefone, atriz disse que ficou inconsciente durante a queda de cinco metros em encenação do musical "Xanadu"

Sidney Magal, Danielle Winits e Thiago Fragoso no musical
Photo Rio News
Sidney Magal, Danielle Winits e Thiago Fragoso no musical "Xanadu" no teatro Oi Casa Grande, zona sul do Rio

Danielle Winits teve alta nesta segunda-feira (30) do hospital da Clínica São Vicente, onde estava internada após despencar de uma altura de aproximadamente cinco metros durante encenação do musical "Xanadu", no Rio de Janeiro, no sábado (28). Ela simulava um voo junto com Thiago Fragoso , - que está internado no CTI da Casa de Saúde São José com cinco costelas quebradas -, quando o cabo de aço que os sustentava rompeu, fazendo com que eles caíssem sobre a plateia ( leia aqui ).

Em reportagem do Jornal Nacional ainda desta segunda, Winits falou por telefone que ficou inconsciente durante a queda: “Eu ouvi como se fosse um estalo, a princípio em um dos fios. Mas vi de novo a corda como se tivesse se desfiando”, disse ela.

Leia Ainda: Com dores, Danielle Winits ignora alta e permanece no hospital

Miguel Falabella:
Francisco Cepeda/AgNews
Miguel Falabella: "Jamais exporia os meus colegas a uma coisa que não fosse absolutamente segura"
Miguel Falabella , diretor do espetáculo, contou ao jornal que tinha garantia de que o equipamento era extremamente seguro. "Jamais exporia os meus colegas a uma coisa que não fosse absolutamente segura", afirmou.

Veja Também: “Ela ficou bastante assustada”, diz avô de Danielle Winits após acidente

De acordo com a reportagem, o mesmo equipamento foi usado durante quatro meses em outro espetáculo em São Paulo, onde, segundo um dos sócios da empresa de efeitos especiais, um engenheiro fez o registro da anotação de responsabilidade técnica, procedimento que não foi respeitado na montagem de "Xanadu", no Rio.

Leia Mais: “A Dani não lembrava do que tinha acontecido", diz Falabella

Além dos atores, três pessoas foram atingidas. Segundo o Jornal Nacional, uma espectadora falou com o diretor do musical, Miguel Falabella: “Estou bem. É mais o susto”, contou.

A polícia abriu inquérito sobre o acidente. Segundo matéria no "Fantástico", exibido no domingo (29), a polícia civil do Rio de Janeiro está investigando a possibilidade de sabotagem, que teria causado o rompimento do cabo, mas Miguel Falabella não acredita na hipótese. "Não acredito em sabotagem, porque não sou paranóico", escreveu ele em uma rede social.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.