Empresa que virou estúdio de cinema dita as cartas na indústria do Entretenimento atual e o infográfico do iG Gente ajuda a entender o porquê

A Marvel hoje é um império no cinema . Com 17 filmes lançados e uma média de faturamento de US$ 800 milhões por filme , fica difícil questionar qualquer decisão criativa do estúdio – e os questionamentos mesmo assim existem – mas nem sempre foi assim. A empresa, antes de se consolidar no negócio do cinema precisou se desfazer dos direitos sobre os próprios personagens para não falir.

A Marvel é responsável pelas histórias de
Reprodução
A Marvel é responsável pelas histórias de "Homem de Ferro", "Doutor Estranho" e "Thor: Ragnarok"

Leia também: iG Gente publica série especial sobre Marvel e DC no cinema

Foi dessa maneira que X-Men e Homem-Aranha foram parar em outros estúdios e viraram os carros-chefes de Fox e Sony respectivamente. A  Marvel  resolveu brincar de fazer cinema justamente para superar outra crise financeira e apostou em um personagem até então de seu segundo escalão, Homem de Ferro, para se juntar aos grandes. A estratégia capitaneada por  Kevin Feige deu certo e a Marvel foi comprada pela Disney, ganhando toda uma estrutura para aferir suporte aos ambiciosos planos do agora estúdio de cinema.

Leia também: A DC está mesmo perdendo a luta para a Marvel no cinema ou é só impressão?

Mutação

Muitos filmes com personagens da Marvel pipocaram por aí sem qualquer relação com a empresa. Justamente por isso, Kevin Feige surgiu em cena e aos poucos, a Marvel foi ganhando coesão no cinema. A ideia de universo compartilhado foi copiada com relativo sucesso e a FOX, por exemplo, já consegue fazer filmes com heróis que não tem a cara do gênero. Um exemplo claro é “Logan”, que parece um faroeste pós-apocalíptico. “Os Novos Mutantes”, que estreia em 2018, se assemelha a um filme de terror teen.

Leia também: Os dez melhores coadjuvantes dos filmes da Marvel

A Sony, que foi grande o suficiente para recorrer à curadoria da Marvel para colocar o Homem-Aranha de novo nos eixos, está desenvolvendo o universo do aracnídeo. Um filme do Venon está em desenvolvimento e há outras hipóteses sendo ventiladas.

E depois da Fase 3?

Atualmente em sua fase 3 – a mais longa das fases desse gigantesco universo compartilhado – a Marvel é puro mistério para o que vem pela frente. Fato é que os dois próximos “Vingadores”, que serão lançados em 2018 e 2019, vão redefinir esse Marvelverse e a tendência é que o estúdio aposte em novos personagens dando um merecido descanso às figuras do Capitão América, Thor e Homem de Ferro.

Loading...

Loading...


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.