O que não faltam para a Marvel e para a DC são ótimos personagens que renderiam adaptações para lá de diferentonas nas telas do cinema

Com milhares de edições de quadrinhos publicadas, a Marvel e a DC abrigam centenas de personagens, heróis , anti-heróis e vilões que renderiam superproduções incríveis para as telonas se fossem realizados pelos diretores certo e, claro, pelo artista perfeito para dar vida às histórias já conhecidas dos leitores. 

Leia também: Nem tão séria: a trajetória de erros e acertos da DC Comics no cinema

Viúva Negra (Marvel)

A atriz Eva Green traria um ar mais misterioso e sombrio para dar vida à Viúva Negra
Divulgação
A atriz Eva Green traria um ar mais misterioso e sombrio para dar vida à Viúva Negra

Protagonista ideal: Eva Green

Diretor ideal: Quentin Tarantino

Por que fazer?

Unanimidade entre os fãs dos filmes (e quadrinhos ): todos querem assistir um longa protagonizado pela Viúva Negra para ontem. Apesar de existirem muitos boatos confirmando que o longa chegará aos cinemas, provavelmente a versão não contará com o excentrismo de Quentin Tarantino , como estamos imaginando aqui. Na produção, a personagem seria vivida por Eva Green - em sua versão ruiva - e teria um lado um pouco mais sombrio do que a versão da gata Scarlett  Johansson, afinal, para treinar artes marciais, ser espiã da S.H.I.E.L.D. e botar qualquer inimigo no chão, tem que ter raça. Em meio às cenas exageradas e muito sangue (típicas do diretor dos sucessos " Kill Bill" , " Django Livre" e " Pulp Fiction "), Eva conseguiria trazer ação e mistério ao longa nos cenários gelados típicos da Rússia. 

Leia também: Os dez melhores filmes lançados pelo Marvel Studios

Hera Venenosa (DC)

Interpretar Hera Venenosa seria a chance da atriz brasileira Ellen Roche brilhar em Hollywood
Divulgação
Interpretar Hera Venenosa seria a chance da atriz brasileira Ellen Roche brilhar em Hollywood

Protagonista ideal: Ellen Roche

Diretor ideal:  Zack Snyder

Por que fazer?

Essa é a grande chance da atriz brasileira mostrar ao mundo que é muito mais do que um rostinho bonito e um corpo exuberante. Aliada dos vilões de Gotham, a Hera Venenosa é uma cientista que, depois de se tornar imune ao veneno de plantas, adquiriu a habilidade de cloquenesia, ou seja, dominar e manipular o reino vegetal. Mesmo sendo parceira de Harley Quinn, a Hera tem moral indefinida e já chegou a lutar ao lado de Batman.

A anti-heroína merece ganhar um filme próprio para mostrar que, além de belas formas, é muito influente no universo DC. Dirigido pelo conceituado diretor Zack Snyde r (famoso por " 300 ", " Batman Vs. Superman ") o longa seria cheio de efeitos especiais, cenas marcantes de lutas com os inimigos e, claro, muito "girl power" para ser mostrado aos expectadores. 

Elektra (Marvel)

Jon Favreau seria o diretor ideal para o novo - e de maior sucesso - filme de Elektra
Divulgação
Jon Favreau seria o diretor ideal para o novo - e de maior sucesso - filme de Elektra

Protagonista ideal:  Zoe Saldaña

Diretor ideal:  Jon Favreau

Por que fazer?

Podemos esquecer que já existiu um filme para a Elektra e começar do zero? Uma das assassinas mais reverenciadas (e mortais) dos quadrinhos, Elektra teve uma infância conturbada por abusos do seu pai – questão que não fica clara nas edições feitas por Frank Miller, criador da personagem. Quando nova, teve um romance com Matt Murdock, que viria a se tornar o Demolidor. Depois do assassinato de seu pai, ela termina o romance e, anos depois, acaba se tornando uma assassina de elite, trabalhando para o Mercenário - que posteriormente a mata. Mas calma lá que esse não é o fim da personagem!

Elektra é trazida de volta à vida pelo clã-ninja "Tentáculo" e passa a oscilar seu comportamento entre anti-heroína e vilã. E para dar liga a toda essa trama para lá de enrolada, que tal deixarmos a imaginação fluir e darmos o papel principal para  Zoe Saldaña ? A atriz, que ficou conhecida por ter protagonizado "Avatar", "Guardiões da Galáxia" e "Star Trek: Sem Fronteiras", pode dar uma nova cara ao filme e mostrar mais do seu lado "ação".  

Já a direção do filme ficaria por conta de Jon Favreau, responsável pela trilogia de sucesso de "Homem de Ferro", interpretado por Robert Downey Jr., dando uma ênfase maior às qualidades e atributos da personagem para conseguir a atenção dos fãs dos quadrinhos. 

Katana (DC)

Paul Anderson, responsável pelos filmes de Resident Evil e Mortal Komb, daria o toque da aventura e artes marciais à Katana
Divulgação
Paul Anderson, responsável pelos filmes de Resident Evil e Mortal Komb, daria o toque da aventura e artes marciais à Katana

Protagonista ideal: Tao Okamoto

Diretor ideal:  Paul W. S. Anderson

Por que fazer?

Perfeita para um filme solo, Katana, inicialmente não era nem vilã, nem heroína, era apenas uma cidadã japonesa comum chamada Tatsu. Sua história começa quando dois irmãos, Maseo e Takeo, confessam estar apaixonados por ela, que acaba se casando com Maseo - liberando a fúria do outro irmão. Eles, então, entram em um duelo que acaba tirando a vida de Maseo e dos filhos que ele e Tatsu tiveram juntos. Após a tragédia ela passa a estudar artes marciais e torna-se uma samurai que luta pela justiça.

A personagem fez sua primeira aparição em “ Esquadrão Suicida ”, porém sua história tem muito mais potencial do que ser apenas apoio para o grupo de vilões. No filme ideal, a protagonista seria vivida por Tao Okamoto, que já participou de "Batman Vs. Superman" e "Wolverine - Imortal" e, agora, poderia mostrar mais o seu talento. O longa teria um ar místico e, ao mesmo tempo, de tirar o fôlego dos expectadores com cenas de muito sangue, ação e, claro, muitas artes marciais. Para dirigir a trama, o diretor ideal seria Paul W. S. Anderson - responsável pela franquia "Resident Evil" e "Mortal Kombat". 

Illuminati (Marvel)

Os melhores filmes da Marvel e da DC que não existem: Illuminati
Reprodução
Os melhores filmes da Marvel e da DC que não existem: Illuminati

Protagonista ideal:  Patrick Stewart (como Professor Xavier), Robert Downey Jr. (como Homem de Ferro), Adrian Pasdar (Senhor Fantástico), Wagner Moura (Dr. Estranho), Zachary Quinto (Namor), Chadwick Boseman (como Pantera Negra) e Jamie Foxx (como Raio Negro)

Diretor ideal:  Matthew Vaughn

Por que fazer?

Os Illuminati, no universo Marvel, não são nada menos do que a organização das mentes mais brilhantes e poderosas dos super-heróis: Professor Xavier (do mundo "X-Men"), Tony Stark (o "Homem de Ferro"), Senhor Fantástico (do "Quarteto Fantástico"), Doutor Estranho, Namor, Pantera Negra e Raio Negro. Apesar dos direitos de imagem das personagens não pertencerem totalmente à Marvel (por exemplo, a Universal é responsável por Namor, apesar de ser um herói da gigante dos quadrinhos), um filme desta clã seria um sucesso incrível e tentador para qualquer fãs das HQs. 

É difícil imaginar o Professor Xavier sem ligá-lo a Patrick Stewart e Robert Downey Jr.  longe do Homem de Ferro, mas seria muito legal dar os outros papeis a atores que poderiam mostrar o seu lado "heróico". Adrian Pasdar, da série "Heroes", tem todo o tipão para interpretar o Senhor Fantástico e Jamie Foxx poderia mostrar o seu lado aventureiro no papel de "Raio Negro". Vale lembrar que o protagonista de "Django Livre" já interpretou o vilão Electro no longa "O Espetacular Homem Aranha), de 2012.

E por que não dar espaço para mais um ator brasileiro? Wagner Moura , que já fez diversas participações em filmes de Hollywood, poderia mostrar um novo lado seu ao interpretar o Doutro Estranho e brilhar ainda mais nas telonas do mundo todo. Já Chadwick Boseman continuaria interpretando o Pantera Negra - lembrando que o primeiro filme do super-herói africano deve ser lançado no início do próximo ano. Tudo isso sob direção de Matthew Vaughn, responsável pelo sucesso " X-Men: Primeira Classe " e " Kick-Ass: Quebrando Tudo ", que daria um toque espetacular à trama e às lutas contra qualquer vilão.

Pandora (DC)

A brasileira Morena Baccarin poderia estrelar um novo filme hollywoodiano no papel de Pandora
Divulgação
A brasileira Morena Baccarin poderia estrelar um novo filme hollywoodiano no papel de Pandora

Protagonista ideal:  Morena Baccarin

Diretor ideal:  SJ Clarkson

Por que fazer?

Olha lá outro filme que serial ideal para uma atriz brasileira protagonizar. Inspirada no mito da caixa de pandora, a personagem da DC foi a responsável por libertar os setes pecados sob a humanidade e por isso sua punição, dada pelo Círculo da Eternidade, foi de andar eternamente na terra sofrendo com a culpa e outras mazelas. Sua aparição nos quadrinhos aconteceu logo antes da era dos Novos 52 e utilizaram-na para unificar alguns universos convergentes dos quadrinhos. Sua história acabou aparecendo em outras edições e se cruzando com outros personagens, como na Liga da Justiça Sombria.

Nas telonas, a atriz  Morena Baccarin - brasileira que já havia interpretado a namorada de Deadpool no primeiro filme da série, poderia mostrar mais a sua versalitidade e talento no papel da anti-heroína. Já que ela mostrou ser uma atriz que topa tudo pelo papel, mudar os tons de seu cabelo provavelmente não seria um grande problema. 

Já a direção do filme de Pandora seria de responsabilidade de SJ Clarkson, conhecida pela direção da série " Jessica Jones " para o Netflix. O filme seria cheio de mistérios como a série e, por conta da postura da protagonista, teria que ter um clima mais sombrio - assim como o proposto no sucesso da plafaforma de filmes. 

Capitã Marvel (Marvel)

Os irmãos Russo, famosos pelo filmes de Vingadores, e a eterna Arlequina, Magot Robbie, são as peças que faltam para o filme ideal da Capitã Marvel
Divulgação e Instagram / Margot Robbie
Os irmãos Russo, famosos pelo filmes de Vingadores, e a eterna Arlequina, Magot Robbie, são as peças que faltam para o filme ideal da Capitã Marvel


Protagonista ideal: Margot Robbie

Diretor ideal: Joe Russo e Anthony Russo

Por que fazer?

Apesar de estar previsto para ser lançado nos cinemas em 2019 (trazendo Brie Larson, de "O Quarto de Jack" no papel principal), para nós, o filme ideal de Carol Danvers, a Capitã Marvel, teria que ser vivido por Margot Robie, de "Esquadrão Suicida". Nos quadrinhos, a história conta que Carol era pilota da Força Aérea dos Estados Unidos e adquiriu seus poderes ao ser salva da explosão de um maquinário alienígena pelo Capitão Marvel. Porém, a radiação da explosão atingiu seu corpo em nível celular, fazendo com que ela se tornasse meio alienígena, meio humana. Assim, ela adquiriu superforça, poder de voo e um “sétimo sentido” (similar, porém mais poderoso que o “normal” sexto sentido) e iniciou sua carreira de heroína como Miss Marvel, entrando, inclusive, para o grupo Os Vingadores. 

No filme ideal, a Capitã Marvel seria vivida pela loira que, agora, mostraria o seu lado de super-heroína. Dirigido pelos irmãos Russo - famosos pelos blockbusters "Capitão América" e o próximo "Vingadores - A Guerra Sem Fim", que deve ser lançado em 2018, o longa traria muitas cenas de lutas, efeitos especiais e o protagonismo de Robbie no papel da heroína, mostrando o porquê da personagem ser a principal defensora do mundo Marvel. 

Robin (DC)

Martin Scorsese é o diretor ideal para estrelar o filme protagonizado por Robin
Divulgação
Martin Scorsese é o diretor ideal para estrelar o filme protagonizado por Robin


Protagonista ideal:  Tom Holland

Diretor ideal:  Martin Scorsese

Por que fazer?

Se você se lembrou do personagem por estar sempre colado a Batman, pode esquecer. Aliás, também esqueça qualquer referência cinematográfica que você tenha do super-herói (inclusive do papel vivido por Chris O'Donnell no duvidoso "Batman e Robin", de 1997). Chegou a hora de dar o devido valor e protagonismo ao companheiro do cavaleiro das trevas. Apesar de ter sido assumido por diferentes identidades durante sua existência, o papel de Dick Grayson deveria ser interpretado pelo ator Tom Holland, que ficou conhecido por interpretar o Homem-Aranha no filme " Capitão América: Guerra Civil

Essa seria a oportunidade do ator mostrar de vez o seu talento como protagonista do filme. O longa contaria as lutas contra vilões e todas as façanhas realizadas pela dupla de super-heróis contadas a partir da visão de Robin, tornando Batman um personagem secundário. Será que é possível?

O renomado diretor Martin Scorsese seria o responsável pela obra, trazendo seus característicos plano-sequências e a sensação de que alguma coisa está sempre prestes a acontecer durante a produção. Com cenas violentas e cheias de luta, o filme mostraria o motivo de Robin fazer parte do universo DC há tanto tempo. 

Demolidor (Marvel)

Matt Damon abandonaria o seu papel com Jason Bourne e daria vida ao Demolidor
Divulgação
Matt Damon abandonaria o seu papel com Jason Bourne e daria vida ao Demolidor


Protagonista ideal: Matt Damon

Diretor ideal:  Christopher Nolan

Por que fazer?

Chegou a hora de dar uma nova chance ao homem sem medo da Marvel depois do superquestionado filme feito por Ben Affleck em 2003. Apesar da série homônima estar sendo muito aplaudida pelos espectadores, nessa versão da história para os cinemas, o papel principal ficaria por conta de Matt Damon, eternizado por ter interpretado Jason Bourne. 

A história conta a saga de Matthew "Matt" Murdock, que, aprende artes marciais depois de ter perdido sua visão quando mais novo. Em busca de vingança pela morte de seu pai, ele se torna o Demolidor e começa a enfrentar todos os seus inimigos. 

Nesta versão do filme, dirigida pelo nome de "Batman: Cavaleiro das Trevas" e "A Origem", Christopher Nolan, o filme manteria o lado sombrio do protagonista, trazendo cenas escuras e misteriosas à trama vivida por um Damon veterano e experiente o suficiente para não repetir o fracasso da produção estrelada por Affleck. 

Flash (DC)

O novo The Flash seria vivido pelo ator Terrence Howard
Divulgação e Instagram / Terrence Howard
O novo The Flash seria vivido pelo ator Terrence Howard


Protagonista ideal:  Terrence Howard

Diretor ideal:  David Fincher

Por que fazer?

O filme solo do personagem Flash foi divulgado pela Warner/DC durante o seu painel na Comic-Con deste ano e deverá se chamar ‘Flash Point’, fazendo uma clara alusão aos quadrinhos ‘Flashpoint’. Na história, Barry Allen faz uma viagem no tempo para reverter a morte de sua mãe. No entanto, essa alteração modifica o tempo cronológico e causa uma espécie de “Efeito Borboleta”, alterando fatos cruciais da narrativa - como a morte de Bruce Wayne e o fato de que Batman seja seu pai, Thomas Wayne, que foi poupado do assassinato. 

A trama seria dirigida por David Fincher, responsável pelas produções "Clube da Luta", "Se7en - Os Sete Crimes Capitais" e "Garota Exemplar". Fugindo um pouco do ar "heróico" e cheio de efeitos especiais, Flash teria um lado mais realista e humano. Sendo interpretado por Terrence Howard, essa versão do herói mostraria de forma mais realista as viagens feitas pelo herói e todas as tramas que surigiriam em seu caminho. 

Motoqueiro Fantasma (Marvel)

Tim Burton e seu brilhantismo fariam parte da fórmula perfeita para uma nova versão do Motoqueiro Fantasma
Divulgação
Tim Burton e seu brilhantismo fariam parte da fórmula perfeita para uma nova versão do Motoqueiro Fantasma



Protagonista ideal:  Jamie Dornan

Diretor ideal:  Tim Burton

Por que fazer?

Imagine só uma versão bem diferente e, até mesmo, meio maluca, do Motoqueiro Fantasma feita por Tim Burton. Nessa versão - bem diferente de tudo o que você já viu, inclusive do longa estrelado por Nicolas Cage na franquia homônima - o surreal daria conta da história.

Leia também: Será que a DC consegue alcançar o sucesso da Marvel nos cinemas?

Com muitos efeitos especiais e com o toque peculiar típico do diretor, o papel principal ficaria por conta de Jamie Dornan (dos filmes da franquia "Cinquenta Tons de Cinza"), que teria, finalmente, uma oportunidade de mostrar que não é apenas um rostinho (e um baita corpo) bonito em filmes de amor, mas que também pode variar a atuação para interpretar o motoqueiro fantasmagórico.  

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.