Jesus, personagem da série, deixou escapar um pequeno detalhe em diálogo com Maggie no último domingo (19) que reafirmou sua orientação sexual

O último episódio da sétima temporada de “The Walking Dead”, exibido no último domingo (19) trouxe grandes revelações dos personagens para alguns fãs da série. Em um diálogo bastante sério com Maggie (Lauren Cohan), Jesus (Tom Payne) refletia sobre a sua vida e por apenas um detalhe, o personagem anunciou a sua orientação sexual.  

Em episódio de The Walking Dead, Jesus (Tom Payne) afirmou que sempre achou difícil se aproximar de namorados
Reprodução
Em episódio de The Walking Dead, Jesus (Tom Payne) afirmou que sempre achou difícil se aproximar de namorados


Leia também: Negan continuará tocando o terror na 8ª temporada de "The Walking Dead"

“Pela primeira vez, eu sinto que pertenço a algum lugar. Tentando ter certeza de que você e Sasha se tornaram uma parte disto, também me tornou uma parte disso. Desde quando cheguei aqui, eu nunca estive aqui. Eu sempre achei difícil me aproximar de alguém. Vizinhos, amigos… namorados”, disse o personagem de “ The Walking Dead ”. A revelação, entretanto, não é uma novidade para quem já leu os quadrinhos que deram origem à série, já que Jesus também é gay na trama gráfica.

Leia também: Primeira parte de "The Walking Dead" não agradou nos bastidores

Logo após o episódio, o showrunner Scott M. Gimple comentou sobre a possibilidade de Jesus formar um casal com o outro personagem assumidamente homossexual, Aaron (Ross Marquand). “Aaron e Jesus é uma coisa interessante porque no livro, Robert [Kirkman] foi um pouco resistente para coloca-los juntos, e eu completamente entendo o porque. ‘Há dois personagens homossexuais e devemos obviamente coloca-los juntos’. Isso não deveria ser tão óbvio. Não é tão simples que a orientação sexual dos dois os tornem automaticamente um casal. Sim, nos quadrinhos eles estão começando a se aproximar um do outro – o que é compreensível se você olhar para os personagens. Na série, nós provavelmente vamos seguir com Robert assim como ele estiver chegando nisso [nos quadrinhos]. Eu acho que isso é possível nos quadrinhos e é inteiramente possível no programa. Mas é importante nós tratarmos  esses personagens como personagens”, afirmou o produtor.

Leia também: Michael Rooker acredita em final surpreendente para "The Walking Dead"

Continuação

A oitava temporada de “The Walking Dead” já foi confirmada pela AMC e promete seguir os padrões dos anos anteriores - de 16 episódios divididos em duas partes - que segue desde a terceira temporada na televisão. Ainda não há muitas informações sobre a renovação do programa, mas ao que tudo indica, ela seguirá com o seu costume e será lançada ainda no final deste ano.  

    Leia tudo sobre: The Walking Dead