"Possibilidades estão abertas", diz John Musker, afirmando que, embora a decisão dependa de uma equipe, não há restrições quanto ao tema

O filme da nova princesa da Disney, “Moana”, só chegará ao Brasil no dia 5 de janeiro, mas não faltam expectativas sobre a personagem que, desde que foi anunciada, vem gerando muitos debates e especulações sobre sua sexualidade. Em entrevista ao The Huffington Post , o diretor da animação, John Musker, declarou que “possibilidades estão abertas” sobre o estúdio ter – finalmente – sua primeira princesa LGBT.

Leia mais:  O Rei Leão, Cruela, Pinóquio e mais: o futuro da Disney em live-action revelado

Diretor da animação
Divulgação/Disney
Diretor da animação "Moana" abre possibilidade de princesa LGBT.


Moana: Um Mar de Aventuras ” será o primeiro filme da Disney a quebrar alguns paradigmas do modelo “clássico” das histórias de princesas – Moana , uma jovem da polinésia, será a responsável por encarar uma missão cheia de aventuras ao lado do semideus Maui , personagem dublado por Dwayne Johnson , cruzando os oceanos do pacífico para cumprir sua jornada. Além de ser originária de uma ilha na Oceania, a princesa não segue o mesmo tipo de corpo das outras – ela se parece mais com uma adolescente real e tem traços acentuados de sua etnia – e, também, não haverá nenhum interesse amoroso, príncipe ou nada do gênero ao longo de sua história.

Primeira LGBT?

O diretor John Musker , que está trabalhando na produção desde 2011 juntamente com Ron Clements , falou em entrevista sobre o design da personagem. Fizemos suas pernas mais grossas e seu quadril mais largo para que ela fosse capaz de realizar as cenas de ação que tínhamos em mente, como mergulhar de penhascos e esse tipo de coisas”.

Leia mais:  Moana inspira Disney a juntar forças com projeto de preservação das tartarugas

Ele, ainda, contou que “Moana” seria, inicialmente, inspirada em um mito polinésio em que uma garota precisa resgatar o rapaz por quem é apaixonada. Porém, após mergulhar na cultura local por algumas semanas, a ideia foi deixada de lado e o foco principal do filme passou a ser a jovem aventureira.

Sobre a probabilidade haver uma primeira personagem LGBT da Disney , Musker disse que, nem ele nem Clements são os únicos responsáveis pela decisão. "Precisaria de um diretor, ou um time de diretores, que realmente quisessem falar disso, e John Lasseter [chefe de criação da Disney] gostar da ideia. Mass eu diria que não tivemos nenhuma restrição no que fizemos”, conclui ele. A sexualidade da princesa polinésia, no entanto, ainda é incerta.

Leia mais:  Merida, de "Valente", inspira nova legião de princesas fortes da Disney

“Moana: Um Mar de Aventuras” chega aos cinemas brasileiros no dia 5 de janeiro e foi dirigido pela dupla John Musker e Ron Clements, responsáveis por grandes sucessos do estúdio Disney, como “ Aladdin ” e “ A Pequena Sereia ”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.