Hubs de Novela

enhanced by Google
 

Cordel Encantado

Compartilhar:
  • Emissora

    Rede Globo

  • Horário

    18h25

  • Estreia

    11/04/2011

  • Autor

    Thelma Guedes e Duca Rachid

  • Diretor

    Ricardo Waddington

A trama, que tem como fonte de inspiração a literatura de cordel, se passa nas fictícias Brogodó, no sertão brasileiro, e na europeia Seráfia. Açucena (Bianca Bin), uma cabocla criada no Brasil, não sabe que é a princesa Aurora da Seráfia, e se apaixona por Jesuíno (Cauã Reymond), um jovem sertanejo.

Ler biografia completa

Resumo de Novela: Cordel Encantado

Todas as Novelas

Herculano fica à espera da carroça em que Petrus passará com Úrsula. Nicolau se preocupa ao saber que o antídoto da poção não funcionou e que a princesa morreu. Timóteo diz que não quer ser removido para um hospital e manda o Dr. Sérgio embora de sua fazenda. O capitão conta a Cícero que Açucena morreu. Tomás afirma para Penélope e Vicentina que manterá Lilica como a estrela de seu filme. Dora exige que Patácio assuma Nidinho como filho. Rosa é rude com Petrus. Todos chegam inconsoláveis para o velório de Açucena em Vila da Cruz. Herculano tira Úrsula da delegacia e a leva para seu acampamento. Timóteo piora e o médico decide operá-lo na fazenda com a ajuda de Farid e Inácio. Jesuíno pede para se despedir de Açucena e, ao beijá-la, faz a princesa despertar.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Todas as notícias

Duelo de Celebridades

O que os famosos estão dizendo no Twitter

Siga o Twitter do iG Gente

Biografia completa de Cordel Encantado

TUDO SOBRE A NOVELA

Seráfia do Norte e Seráfia do Sul vivem em guerra há centenas de anos. A paz só reinará se a princesa Aurora Catarina Ávila (Bianca Bin), do Norte, se casar com o príncipe Felipe (Jayme Matarazzo), do Sul. Só que essa união é apenas desejo de seus pais, Augusto (Carmo Dalla Vecchia) e Cristina (Alinne Moraes), reis de Seráfia do Norte, e Teobaldo (Thiago Lacerda) e Helena (Mariana Lima), reis de Seráfia do Sul.

Apaixonada por Jesuíno (Cauã Reymond), Aurora, na sua atual identidade, a de Açucena, também encontrará problemas com o destino cruel traçado para o amado: ele é filho do rei do cangaço, o mais temido de todos, o capitão Herculano (Domingos Montagner). Sendo assim, terá que assumir a função do pai e ingressar em uma vida de violência, dor e sofrimento.

Castelos de verdade serviram de cenário para retratar a realeza de Seráfia. A França foi o local das gravações. Já para retratar a cidade ficitícia de Brogodó foi escolhida Canindé de São Francisco, em Sergipe, paisagem típica do sertão nordestino.

Para comporem os personagens, alguns atores tiveram aulas de montaria em um rancho em Guaratiba, zona oeste do Rio de Janeiro. Outros aprenderam a tocar triângulo, acordeón e zabumba, instrumentos típicos da região nordestina. A ajuda de uma fonoaudióloga também auxilia na composição do sotaque dos sertanejos.

Durante as gravações no Vale do Loire, na França, foi usada a mesma carruagem utilizada no filme “Maria Antonieta”, de Sofia Coppola. Para as cenas da batalha entre Seráfia do Norte e Seráfia do Sul, a produção alugou as selas dos cavalos dos reis, que, por serem muito específicas e de difícil reprodução, foram emprestadas e trazidas para o Brasil.

Alguns figurinos específicos do núcleo de Seráfia do Norte tiveram como base o estilo do rei russo Romanov, da rainha Vitória e da rainha Dona Maria I, a Louca. Referências à madrasta da Branca de Neve e até às criações das marcas Lanvin, Gucci e Pucci também são encontradas na corte. Já para os personagens de Seráfia do Sul a inspiração veio dos filmes "Guerra nas Estrelas", de Geroge Lucas, e "O Senhor dos Anéis", de Peter Jackson.

No figurino dos brogodenses, da fictícia Brogodó, o artesanato chama a atenção. As peças para compor o estilo dos cangaceiros recriam as vestimentas do cangaço com menções a outros guerreiros, como samurais, por exemplo.

A novidade da trama é que é gravada em 24 quadros, com a mesma qualidade de imagem da série "A Cura". É a primeira novela a utilizar essa tecnologia.

SOBRE AS AUTORAS

Thelma Guedes nasceu no Rio de Janeiro em 1962, mas mora em São Paulo há mais de trinta anos. Formada em letras, é mestre em Literatura Brasileira pela Universidade de São Paulo. Trabalha na TV Globo desde 1997 e já foi co-autora, colaboradora, autora e autora principal de várias novelas e seriados. Entre seus trabalhos estão o "Sítio do Pica Pau Amarelo" (2000), "Vila Madalena" (1999/2000), "Esperança" (2002/2003), "Chocolate com Pimenta" (2003/2004) e "Alma Gêmea" (2005/2006).

Com Duca Rachid iniciou sua parceria em 2006, quando adaptaram a novela "O Profeta" (2006/2007), um texto original de Ivani Ribeiro. Depois desse trabalho, as duas escreveram "Cama de Gato" (2009/2010), a primeira sinopse inédita da dupla.

É casada com o escritor Eromar Bonfim.

Duca Rachid nasceu em Mogi das Cruzes, São Paulo, em 1962. É formada em jornalismo, na PUC-SP - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Estreou a carreira em Portugal, escrevendo um programa infantil. Trabalhou na emissora RTP1, em 1993. Depois foi para a extinta Rede Manchete e escreveu "Tocaia Grande", em 1995. No SBT colaborou na novela "Os Ossos do Barão" (1997). Na TV Globo está desde 1997 e exerce a função de autora e autora-principal. Entre seus trabalhos estão "O Cravo e a Rosa" (2000) e "A Padroeira" (2001).

Com Thelma Guedes iniciou sua parceria em 2006, quando adaptaram a novela "O Profeta" (2006/2007), um texto original de Ivani Ribeiro. Depois desse trabalho, as duas escreveram "Cama de Gato" (2009/2010), a primeira sinopse inédita da dupla.

SOBRE O DIRETOR

Ricardo Waddington nasceu no Rio de Janeiro em 1960.
Com um currículo extenso, faz novela na Globo desde 1985, minisséries desde 1990 e programas desde 2006. Entre os destaques de novelas estão "Selva de Pedra" (1986), "Roda de Fogo" (1986/1987), "Mandala" (1987/1988), "Vale Tudo" (1988), "Meu Bem, Meu Mal" (1990/1991), "O Dono do Mundo" (1991), "Olho no Olho" (1993/1994), "Por Amor" (1997/1998), "Laços de Família" (2000/2001), "Mulheres Apaixonadas" (2003), "Sinhá Moça" (2006) e "A Favorita" (2008). Já nas minisséries e seriados encontram-se "Sex Appeal" (1993), "Presença de Anita" (2001), "Mad Maria" (2005), e "A Cura" (2010).

Os programas "Por Toda a Minha Vida" (2006/2009) e "Amor & Sexo" também têm sua assinatura.

É irmão do cineasta Andrucha Waddington. Foi casado com a atriz Lídia Brondi, em 1982. Com ela teve a filha Isadora. Casou-se com a atriz Helena Ranaldi em 1994, com quem teve Pedro. Os dois se separaram em 2004.

ELENCO

Açucena Bezerra / princesa Aurora Catarina Ávila de Seráfia (Bianca Bin)
Jesuíno Araújo (Cauã Reymond)
Timóteo Cabral (Bruno Gagliasso)
Dora (Nathalia Dill)
Coronel Januário Cabral (Reginaldo Faria)
Rainha Cristina (Alinne Moraes)
Rei Teobaldo (Thiago Lacerda)
Siá Benvinda (Claudia Ohana)
Rei Augusto (Carmo Dalla Vecchia)
Duquesa Úrsula (Debora Bloch)
Nicolau Brugüel (Luiz Fernando Guimarães)
Duque Petrus (Felipe Camargo)
Patácio Peixoto (Marcos Caruso)
Dona Ternurinha (Zezé Polessa)
Delegado Batoré (Osmar Prado)
Neusa (Heloísa Perissé)
Damião (Tony Tornado)
Amália (Débora Duarte)
Miguézim (Matheus Nachtergaele)
Quiquiqui (Marcello Novaes)
Zenóbio Alfredo (Guilherme Fontes)
A rainha-mãe, Efigênia (Berta Loran)
Zóio-Furado (Tuca Andrada)
Bel, Belarmino (João Miguel)
Penélope (Paula Burlamaqui)
Florinda (Emanuelle Araújo)
Antônia (Luiza Valdetaro)
Téinha (Patrícia Werneck)
Rosa (Isabelle Drumond)
Filó (Flávia Rubim)
Lilica (Nanda Costa)
Rainha Helena (Mariana Lima)
Amadeus (Zé Celso Martinez)
Herculano (Domingos Montagner)
Maria Cesária (Lucy Ramos)
Euzébio Bezerra (Enrique Diaz)
Virtuosa Bezerra (Ana Cecília Costa)
Cícero Bezerra (Miguel Rômulo)
Príncipe Felipe (Jayme Matarazzo)
Infante Dom Inácio (Maurício Destri)
Lady Carlota (Luana Martau)
General Baldini (Emilio de Melo)
Fausto (Renato Góes)
Farid (Mohamed Harfouch)
Bartira (Andreia Horta)
Setembrino (Glicério Rosário)
Galego (Renan Ribeiro)
Padre Joaquim (Genézio de Barros)
Tibungo (Land Vieira)
Cabo Paçoca (Marcelo Flores)
Soldado Rufino (Alessandro Tcche)
Cândida (Ilva Nino)
Lady Cecília (Sofia Terra)
Juca (Max Lima)
Eronildes, o Nidinho (João Fernandes Nunes)
Dulcina (Bárbara Maia) e Zig (Caio Manhante)
Angélica Cabral (Beth Berardo)

GALERIA DE FOTOS

<span>Benvinda e Herculano viajam pelo sertão</span> - <strong>Foto: Divulgação/TV Globo</strong> <span>A Rainha Cristina e o Rei Augusto, da Seráfia</span> - <strong>Foto: Divulgação/TV Globo</strong> <span>O vilão Nicolau assedia a Rainha Cristina</span> - <strong>Foto: Divulgação/TV Globo</strong> <span>A princesa Aurora pensa que é uma cabocla</span> - <strong>Foto: Divulgação/TV Globo</strong> <span>Jesuíno não sabe que seu destino no cangaço já está traçado</span> - <strong>Foto: Divulgação/TV Globo</strong> <span>O turco Farid promete muitas trapalhadas com suas três mulheres</span> - <strong>Foto: Divulgação/TV Globo</strong>


 

Ver de novo