Mulher de Brad Pitt estreia como diretora em "Na Terra de Sangue e Mel", que deve ser lançado no final do ano

Apesar de não ter confirmado presença no Festival de Cinema de Sarajevo, na Bósnia, a atriz Angelina Jolie foi ao evento nesse sábado (30), ao lado do marido, o ator Brad Pitt . "Vou começar a chorar se vocês não pararem", afirmou ela, que teve uma recepção calorosa do público que compareceu ao Teatro Nacional da cidade para divulgar "Na Terra de Sangue e Mel", seu primeiro filme como diretora.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

Angelina Jolie e Brad Pitt
Reuters
Angelina Jolie e Brad Pitt

Jolie escolheu a guerra da Bósnia, que durou de 1992 a 1995, como cenário para sua estreia como diretora no filme "Na Terra de Sangue e Mel" ("In the Land of Blood and Honey", em ingês), que deve ser lançado em dezembro.

Ela também visitou a Bósnia como embaixatriz da Boa Vontade da ACNUR, agência da ONU (Organização das Nações Unidas) que cuida dos refugiados, e financiou a construção de várias casas para habitantes que voltaram a morar no leste da Bósnia.

Angelina Jolie e Brad Pitt
Reuters
Angelina Jolie e Brad Pitt
O diretor do festival, Mirsad Purivatra , presenteou Jolie com um prêmio em formato de coração quando a atriz apareceu para a cerimônia de encerramento. "Hoje estamos dando o honorário Coração de Sarajevo a uma grande artista, não apenas pelo grande impacto que ela tem no mundo do cinema, mas também por persistir e pelo seu ativo engajamento nas complexidades do mundo real em que vivemos", afirmou Purivatra.

Jolie, usando um longo vestido, ficou com os olhos marejados no palco esperando as palmas cessarem. "Disse ao Brad no carro que estava com medo de chorar", afirmou, com a voz embargada. O filme de Jolie relata a história de um romance entre uma mulher bósnia e um sérvio, que estavam de lados opostos da guerra durante o conflito.

Ela planejou filmar parte do filme em Sarajevo e contratou funcionários locais. Mas Jolie teve de mudar o set de filmagens para Budapeste depois que algumas mulheres vítimas de violência sexual criticaram detalhes da trama e autoridades bósnias cancelaram a permissão de filmagem.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

"Estou muito honrada de estar aqui neste festival", disse Jolie depois de receber o prêmio. "Não há maior exemplo da força dos artistas e do festival que começou durante a guerra e cresceu mais forte a cada ano."

O festival de Sarajevo foi lançado perto do fim do cerco de 43 meses à capital bósnia por parte de forças bósnio-sérvias. Jolie presenteou o austríaco Thomas Schubert com o prêmio de melhor ator pelo seu papel em "Atmen", dirigido por Karl Markovics , sobre um jovem criminoso à procura de sua mãe, que também foi premiado como o melhor filme. A romena Ada Condeascu venceu o prêmio de melhor atriz por seu papel em "Loverboy".

Reuters
"Estamos dando o honorário Coração de Sarajevo a uma grande artista", declarou o diretor do festival de Sarajevo, em referência a Angelina Jolie

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.