A atriz pede ajuda para a campanha “Abrace a Serra”

Cleo Pires é incansável quando o assunto é ajudar a quem precisa. A ponto de dedicar seu único dia de folga das gravações de Araguaia, onde interpreta a protagonista Estella, para visitar abrigos e vítimas das enchentes que abalaram Nova Friburgo, Itaipava, Petrópolis e Teresópolis. “Desde criança isso é uma coisa orgânica na minha vida. É natural. Me envolvo mesmo; me interesso; me sinto viva e com a sensação de que estou fazendo alguma coisa que valha. Para mim isso é vital”, afirma.

Em entrevista exclusiva ao iG , ela fala sobre seu envolvimento com trabalhos sociais e pede ajuda para a campanha “Abrace a Serra” que, em parceria com o “Instituto da Criança”, está auxiliando os desabrigados pela enchente no Vale do Cuiabá, no Rio de Janeiro. “Quem não quiser ir ao show, não tem problema, mas compre o ingresso e coloque o dinheirinho na conta que já ajuda bastante”, diz ela, referindo-se ao show que será realizado amanhã (27), no Parque de Exposições em Itaipava.

Cleo Pires recebe o iG com exclusividade em sua casa
Isabela Kassow
Cleo Pires recebe o iG com exclusividade em sua casa
O evento conta com a participação de diversos artistas como Djavan, Alcione, Toni Garrido, Thiago Lacerda, Murilo Benício, entre outros, que doaram integralmente seus cachês à causa. “Coisas boas geram coisas boas”, garante Cleo.

A atriz tem subido a serra religiosamente todos os domingos para trabalhar como voluntária e, para entregar os mais de 15 mil reais em brinquedos, conseguidos com o apoio de três grandes empresas, não foi diferente. “Fiquei bastante preocupada com as crianças porque elas receberam comida, roupas, mas tinham perdido o lado lúdico da infância porque ficaram sem seus brinquedos. É brincando que começamos a sonhar e que tipo de adulto você vai ser se não tiver sonhos?”, pergunta.

Emocionada, ela relembra: “nada surpreende muito uma criança. Elas levam tudo numa boa. É uma troca muito rica, mas eu tentei não fazer muito drama para não perder o foco e virar uma manteiga derretida”.

Cleo aprendeu cedo, com os pais, a entender as necessidades das pessoas e, desde então, não parou mais: “Começou com a minha mãe e meu pai. E essa é a forma com a qual eu me sinto mais humana. É como eu gosto de participar no mundo”.

Sentindo-se plena com seu atual momento profissional, Cleo comemora o sucesso da protagonista Estella, de Araguaia, novela das 18h da Rede Globo. “A Estella veio no momento certo pra mim, quando eu estava mais madura, mais consciente do peso que é minha profissão. Cleo aponta as semelhanças entre ela e índia da região do Araguaia: “determinação, busca pelo crescimento, pelo amadurecimento. Ela erra muito. É humana. É trágica como todos nós somos!

A atriz pede ajuda para as vítimas da enchente no Vale do Cuiabá
Isabela Kassow
A atriz pede ajuda para as vítimas da enchente no Vale do Cuiabá

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.