A cantora anuncia a gravação de um DVD ao vivo com músicas de Roberto Carlos e João Bosco e conta como lida com as críticas

Claudia Leitte fará show intimista no Teatro Castro Alves, em Salvador, com  participação de Sérgio Mendes e Carlinhos de Jesus. O projeto beneficente vai virar DVD
André Giorgi
Claudia Leitte fará show intimista no Teatro Castro Alves, em Salvador, com participação de Sérgio Mendes e Carlinhos de Jesus. O projeto beneficente vai virar DVD
Claudia Leitte parece uma locomotiva sobre seus altíssimos saltos vermelhos. A cantora circula rapidamente por elevadores e corredores secretos do hotel Sheraton, em São Paulo, para dar conta dos compromissos. É seguida por um séquito: assessores, fotógrafos, o marido, o empresário Márcio Pedreira , o segurança particular e Adriana, sua fiel escudeira que carrega a tão desejada marmita. Já são quase 19h e Claudia finalmente consegue parar numa salinha do hotel, cheia de roupas penduradas, para almoçar a refeição preparada por sua cozinheira, Célia: frango, feijão e salada com queijo. O dia foi longo e não acabaria tão cedo.

As porteiras estão abertas. Mas vai ser na hora de Deus", sobre engravidar de novo

A cantora gravou vinhetas de carnaval na Band, deu entrevista coletiva sobre seu novo projeto - um DVD que será gravado em 13 de dezembro no Teatro Castro Alves, em Salvador, com participações já confirmadas de Carlinhos Brown e Sergio Mendes e repertório de João Bosco , Roberto Carlos e Jorge Vercillo - posou para fotos em diferentes cantos do Sheraton e fez prova de roupas. Depois do almoço tardio, ela seguiu para um estúdio no bairro vizinho, onde ensaiaria até altas horas para esse projeto intimista, no qual vai resgatar sua fase antes da fama, quando tocava em barzinhos, e, segundo ela, assumir também sua personalidade “nega-loira”, apelido que ganhou do amigo e parceiro Carlinhos Brown por causa da mistura de estilos musicais com a percussão baiana.

iG Gente pegou carona na locomotiva, ou melhor, no carro da cantora, pilotado pelo marido, que seguia para o estúdio no bairro do Campo Belo. Confira o bate-papo exclusivo com a incansável musa e mãe de Davi , de 2 anos e 10 meses.

A cantora encarou o dia cheio de compromissos sobre saltos altíssimos
André Giorgi
A cantora encarou o dia cheio de compromissos sobre saltos altíssimos


iG: De onde vem esse personagem nega-loira que você quer mostrar no novo DVD?
Claudia Leitte:
Carlinhos (Brown) veio com essa há um tempão, desde a época do Babado Novo. Ele dizia que eu era neguinha mesmo lá do gueto e isso ficou para sempre. Eu saí do Babado Novo e o Babado Novo não saiu de mim e não lutei contra isso. Quero um som que tenha uns timbres gringos, sempre gostei de música gringa, sempre cantei, nunca escondi isso de ninguém. Mas não posso tirar o meu pé da senzala, não posso sair do meu batuque, então preciso de uma percussão agressiva, preciso da nega e da loira juntas. Eu consegui isso.

Nunca fiz análise. Faço oração, falo com Deus e eu tenho o meu melhor amigo a meu lado", diz, referindo-se ao marido

iG: Você acabou de voltar de férias de Miami com a família. Segue agora sem descanso cumprindo agenda de réveillon e carnaval?
Claudia Leitte: Fiquei quatro dias fora e vou tirar mais uns dias no Natal. Eu e o Márcio organizamos juntos que eu faria no máximo oito shows por mês, além dos outros compromissos como campanha publicitária, entrevistas. É para ter qualidade de vida mesmo, não viver para trabalhar e sim trabalhar pra viver.

iG: Está fazendo alguma dieta especial e por isso anda com uma marmita para cima e para baixo?
Claudia Leitte:
Como de três em três horas. Célia é a pessoa que cozinha lá em casa, ela sabe tudo o que é necessário eu comer porque preciso de saúde para viver essa vida doida. Hoje eu comi feijão, frango, salada com queijo e vagem.

Sobre a época que cantava em barzinhos de Salvador:
AgNews
Sobre a época que cantava em barzinhos de Salvador: "Eu ralava tanto quanto hoje, era tão feliz quanto sou"
iG: Você tem a preocupação de não engordar?
Claudia Leitte: Eu perco muita caloria, não faço nem exercício aeróbico com a minha personal, faço só para aquecer. Quando quero comer doce, eu como. Mas em geral não como. Fui criada pela minha avó que é do interior, ela fazia cozido, legumes, tudo que é natural e saudável e eu gosto disso. A única coisa que preciso evitar por questão de saúde é a pimenta. Amo pimenta, mas provoca refluxo que queima a minha garganta.

iG: Nesse show no Teatro Castro Alves, que vai virar um DVD mais intimista, você dividirá o palco com convidados. Não teme mais uma comparação com Ivete Sangalo, que lançou um DVD nesses moldes em 2009?
Claudia Leitte:
Não tenho medo de nada, mas não parei para pensar nisso. É inevitável que falem. Não tenho medo, quero ser feliz. A preocupação era fazer um show em que eu me deleitasse, me sentisse bem.

iG: Nesse show que interpretará músicas de outros artistas você vai resgatar a época que cantava em barzinhos. Que lembranças tem desse período?
Claudia Leitte:
Tudo era massa e cantar Djavan era uma das partes preferidas de quem assistia e minha também. Nunca me senti mal por nada, porque faltou a gasolina ou por estar apertada para pagar as contas. Eu ralava tanto quanto hoje, era tão feliz quanto sou, hoje só sou mais feliz por que eu tenho o meu marido, meu filho, a minha própria família. Mas não posso dizer que sofri. Nunca quis dinheiro, fama e sucesso, eu sabia que isso fazia parte do pacote e isso inevitavelmente viria porque o caminho que eu tomaria sempre vislumbrei, desde menina, mas o objetivo nunca foi esse, sempre foi amor. É bem clichê, mas é isso.

iG: Como você lida com as críticas? Faz análise?
Claudia Leitte: Nunca fiz análise. Faço oração, falo com Deus e eu tenho o meu melhor amigo aqui do meu lado (aponta para o marido). Já passei da fase da negação, da auto-afirmação e agora estou na fase do relax. E eu tomei porrada para isso. Sou muito espontânea e as pessoas se aproveitam disso nesse mundo, tenho 31 anos, vivi numa turbulência esse tempo todo e aprendi, e tenho que que aprender muito mais a viver nesse limiar de continuar a ser quem eu sou e não me esconder numa carapaça para me proteger. Eu preciso fazer muita oração e estar com pessoas que realmente me amam.

Sinceramente não fiquei nem um pouco chateada com a Luana (Piovani). Acho ela lindíssima", sobre crítica da atriz no Twitter

iG: Arrepende-se de ter escrito uma carta aberta após ser criticada no Rock in Rio?
Claudia Leitte: Não me arrependo, mas não faria de novo. Aprendi a lição: tudo que é ruim tem que ser ignorado. Fiz uma crítica e muitas pessoas que não leram o meu texto fizeram comparações. Fiz uma analogia: por causa desse preconceito, essa falta de respeito que você tem com o próximo, você se achar superior a ponto de depreciar e não criticar e assim aconteceu um genocídio absurdo, uma coisa estúpida mesmo, milhares de judeus morreram. Aí a galera com maldade começou a disseminar que eu tinha comparado roqueiros a Hitler. Pelo amor de Deus, falei de uma atitude insana. Eu não precisava ter falado disso, podia ter falado em outro momento. Mas meu show foi tão bonito e as pessoas foram ótimas. Todo show tinha uma maluco que ficava incentivando a vaia, eram 20 pessoas no meio de 100 mil.

iG: Ficou chateada por Luana Piovani ter criticado no Twitter sua performance no clipe de Ricky Martin , “Samba”?
Claudia Leitte: Sinceramente não fiquei nem um pouco chateada. Acho ela lindíssima, de verdade, adoro (a série) "A Mulher Invisível", amo o Selton Mello , acho a atuação dela e da Débora Falabella maravilhosas. Acho que ela falou que estava muito corpão, foi uma opinião dela. Ok. Ela só manifestou isso no Twitter, sentiu vontade de fazer isso.

iG: Você tem, dados declarações de que seu relógio biológico está apitando para ter um segundo filho. Quer engravidar antes do carnaval?
Cláudia Leitte : As porteiras estão abertas (risos). Mas vai ser na hora de Deus.

AgNews
"A única coisa que preciso evitar por questão de saúde é a pimenta. Amo pimenta", revela


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.