A cantora estava um pouco acima do peso na noite de homenagem

Prince,Blanket e Paris na homenagem ao pai
Getty Images
Prince,Blanket e Paris na homenagem ao pai
Cerca de 40.000 fãs se reuniram no Estádio Wale’s Millennium, em Cardiff, no Reino Unido, nesse sábado (8) para prestigiar o show em homenagem ao Michael Jackson .

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

Após alguns meses de desentendimento sobre a realização do espetáculo “Michael Forever”, os filhos do cantor comandaram a noite de homenagem. Além de Prince , Paris , Blanket e familiares de Michael Jackson, vários artistas da música americana se apresentaram na festa.

Um pouco acima do peso, Christina Aguilera foi uma das cantoras que celebrou a vida de músico. Smokey Robinson , a banda britânica JLS, Gladys Knight , Cee-Lo Green , Pixie Lott , Leona Lewis , além de La Toya Jackson – irmã do homenageado – ajudaram a completar a noite com suas performances.

Christina Aguilera um pouco acima do peso na apresentação
Getty Images
Christina Aguilera um pouco acima do peso na apresentação

La Toya cantou pela primeira vez após 20 anos e disse depois de sua performance que “Michael Jackson devia estar gostando da apresentação”. Ela falou ainda que “ter todos os artistas se apresentando juntos mostrou para as crianças como o pai deles era querido”.

La Toya Jackson se apresentou na noite de homenagem ao irmão
Getty Images
La Toya Jackson se apresentou na noite de homenagem ao irmão
A cantora grávida Beyoncé cantou “I Wanna Be Where You Ar” à distância, com um vídeo direto dos Estados Unidos.

Paris, a filha de Michael, estava com uma jaqueta igual a usada por ele no clipe da música “Thriller”. Prince estava com uma jaqueta de couro que relembrava a era “Bad”, enquanto Blanket usava um terno preto com camisa vermelha, relembrando o estilo “Smooth Criminal”.

LEIA MAIS: Foto de Michael Jackson morto é apresentada no julgamento

Jermaine e Randy, irmãos do cantor, não foram ao evento, mas emitiram um comunicado sobre a ausência. “Achamos que o maior tributo que ofereceremos ao nosso irmão neste momento é procurar a justiça em seu nome”.

Vale lembrar que Dr. Conrad Murray , acusado de homicídio culposo pela morte do cantor, está em julgamento nos Estados Unidos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.